sábado, 12 de abril de 2014

DE VOLTA AO COMEÇO. AGORA ENTENDO O SIGNIFCADO DE MULHER MACHO SIM SENHOR!

video
IMAGINEM ESTA BELISSIMA JOVEM, MAGNIFICO EXEMPLAR DO SEXO FEMININO VESTIDA COMO GENERAL, DE CERTO JAMAIS FORMARIA JUNTO COM NOSSOS ATUAIS COMANDANTES MILITARES, SUA SAIA VALE MUITO MAIS QUE QUATRO CINCO ESTRELAS NOS OMBROS ( QUE NO CASO DELES DEVERIAM ESTAR EM OUTRO LOCAL)
video
DISCORDO! A CULPA NÃO É DO GOVERNO, POVO QUE NÃO SE RESPEITA NÃO MERECE RESPEITO. POR TUDO QUE JÁ SABEMOS DE ROUBO, TAMOIAS, SAFADEZAS, ASSASSINATOS, DESRESPEITO A CONSTITUIÇÃO DESSE GOVERNO E DOS A QUEM O POVO DEU O PODER DA REPRESENTATIVIDADE, ACEITA, ACOITA, CALA-SE, SUBMISSO E OMISSO MERECE MUITO MAIS. UM POVO QUE VÊ NOS PROGRAMAS PARTIDÁRIOS, CAMBADAS DE SEM VERGONHAS MENTINDO, SE FAZENDO PASSAR POR HOMENS HONRADOS, INTEGROS E ÉTICOS QUANDO TODOS SABEM DE SUAS MARACUTAIAS, PILANTRAGENS E ALIANÇAS COM TUDO QUE NÃO PRESTAS PARA CHEGAR OU SE MANTER NO PODER, NÃO TEM DE QUE RECLAMAR.
UM POVO QUE ACEITA BANDIDO NO PODER, LADRÃO DIRIGINDO DESTINOS DA NAÇÃO, VOTANDO EM MARGINAIS, ELOGIANDO UM SAFADO COMO LULA CHAMANDO DILMA DE PRESIDENT(A), VENDO A FIFA ARVORAR-SE SENHORA DOS DESTINO DE MILHARES DE BRASILEIROS QUE TIVERAM SUAS CASA  DEMOLIDAS PARA FAZER SEUS GOSTOS, MERECE ISSO E MUITO MAIS.
O MELHOR ESTÁ POR VIR, A CONTA, AS DESPESAS OS DESMANDOS DE UM GOVERNO QUE SE SERVE DE UM EVENTO (QUE TODO BRASILEIRO ADORA) PARA ROUBAR A NAÇÃO, POSA DE GOVENO POPULAR E É ACEITO É PORQUE, POVO QUE NÃO SE RESPEITA, NÃO MERECE RESPEITO, UM VEREADOR DE UMA CIDADEZINHA GANHANDO POR HORA O QUE UM TRABALHADOR GANHA EM UMA SEMANA, BANDIDO PRESO MAIS QUE ELE, E TERRORRISTA, SENDO INDENIZADO POR ROUBAR, MATAR, ASSALTAR, MERECE MUITO MAIS QUE ISSO E SEM DÚVIDA RECEBERÁ.
 

ISSO é ditadura! Compartilhe.







DISCORDO!
A CULPA NÃO É DO GOVERNO, POVO QUE NÃO SE RESPEITA NÃO MERECE RESPEITO. POR
TUDO QUE JÁ SABEMOS DE ROUBO, TAMOIAS, SAFADEZAS, ASSASSINATOS, DESRESPEITO A
CONSTITUIÇÃO DESSE GOVERNO E DOS A QUEM O POVO DEU O PODER DA
REPRESENTATIVIDADE, ACEITA, ACOITA, CALA-SE, SUBMISSO E OMISSO MERECE MUITO
MAIS. UM POVO QUE VÊ NOS PROGRAMAS PARTIDÁRIOS, CAMBADAS DE SEM VERGONHAS
MENTINDO, SE FAZENDO PASSAR POR HOMENS HONRADOS, INTEGROS E ÉTICOS QUANDO TODOS
SABEM DE SUAS MARACUTAIAS, PILANTRAGENS E ALIANÇAS COM TUDO QUE NÃO PRESTAS
PARA CHEGAR OU SE MANTER NO PODER, NÃO TEM DE QUE RECLAMAR.


UM
POVO QUE ACEITA BANDIDO NO PODER, LADRÃO DIRIGINDO DESTINOS DA NAÇÃO, VOTANDO
EM MARGINAIS, ELOGIANDO UM SAFADO COMO LULA CHAMANDO DILMA DE PRESIDENT(A),
VENDO A FIFA ARVORAR-SE SENHORA DOS DESTINO DE MILHARES DE BRASILEIROS QUE
TIVERAM SUAS CASA  DEMOLIDAS PARA FAZER SEUS
GOSTOS, MERECE ISSO E MUITO MAIS.


O
MELHOR ESTÁ POR VIR, A CONTA, AS DESPESAS OS DESMANDOS DE UM GOVERNO QUE SE
SERVE DE UM EVENTO (QUE TODO BRASILEIRO ADORA) PARA ROUBAR A NAÇÃO, POSA DE
GOVENO POPULAR E É ACEITO É PORQUE, POVO QUE NÃO SE RESPEITA, NÃO MERECE
RESPEITO, UM VEREADOR DE UMA CIDADEZINHA GANHANDO POR HORA O QUE UM TRABALHADOR
GANHA EM UMA SEMANA, BANDIDO PRESO MAIS QUE ELE, E TERRORRISTA, SENDO INDENIZADO
POR ROUBAR, MATAR, ASSALTAR, MERECE MUITO MAIS QUE ISSO E SEM DÚVIDA RECEBERÁ.


  

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Sargento explica porque não irá acontecer uma Intervenção MIlitar



A MAIOR PROVA DE QUE MUITOS MILITARES TAMBÉM ESTÃO MACOMUNADOS COM O PT - ISSO É TRAIÇÃOÀ PÁTRIA

Sargento explica porque não irá acontecer uma Intervenção MIlitar



A MAIOR PROVA DE QUE MUITOS MILITARES TAMBÉM ESTÃO MACOMUNADOS COM O PT - ISSO É TRAIÇÃOÀ PÁTRIA

AOS 84 ANOS ESTA SENHORA TEM MAIS CORAGEM QUE 90% DOS QUE SE DIZEM MACHOS

  VERGONHA - ELA TEM 84 ANOS !


Esta senhora, Ruth Moreira, diz o que muitos brasileiros gostariam de dizer
...
Ela expressou aquilo que todos os brasileiros decentes estão sentindo...
Carta de uma senhora de 84 anos ao "Estadão", nesse final de semana...
Estou com vergonha do Brasil.
Vergonha do governo, com esse impatriótico,
antidemocrático e antirrepublicano projeto de poder.
Vergonha do Congresso rampeiro que temos, das Câmaras que dão com uma mão
para nos surrupiar com a outra,
políticos vendidos a quem dá mais.
Pensar no bem do País é ser trouxa.
Vergonha do dilapidar de nossas grandes empresas estatais, Petrobrás,
Eletrobrás e outras, patrimônio de todos os brasileiros, que agora estão a
serviço de uma causa só, o poder.
Vergonha de juízes vendidos.
Vergonha de mensalões, mensalinhos, mensaleiros.
Vergonha de termos quase 40 ministros e
outro tanto de partidos a mamar nas tetas da viúva,
 enquanto brasileiros
morrem em enchentes, perdendo casa e familiares por desídia de políticos, se não desonestos, então, incompetentes para o cargo.
Vergonha de ver a presidente de um país pobre ir mostrar na Europa uma riqueza que não temos
(onde está a guerrilheira? era tudo fantasia?).
Vergonha da violência que impera
 e de ver uma turista estuprada durante
seis horas por delinquentes fichados e à solta fazendo barbaridades,
envergonhando-nos perante o mundo.
Vergonha por pagarmos tantos impostos e
nada recebermos em troca - nem estradas, nem portos, nem saúde, nem segurança, nem escolas que ensinem para valer, nem creches para atender a
população que forçosamente tem de ir à luta.
Vergonha de ver um governo gastando bilhões para realizar uma copa do mundo de futebol, enquanto o povo passa fome e não tem trabalho justo...
 Vergonha do meu povo que não toma atitude, só quer ver novela e big bosta.....
Vergonha de todos esses desmandos que nos trouxeram de volta a famigerada inflação.
Agora pergunto:
onde estão os homens de bem deste país?

Onde está a Maçonaria? OAB? CNBB?
Militares???LYONS?
Onde estão os que querem lutar por um Brasil melhor?

Porque os congressistas, ao inves de instituirem Pena de Morte para assassinos e estrupadores,
lhes concedem gorda Bolsa Presidiario?

Enquanto isso, grande parte do povo brasileiro, trabalha honestamente, pra ganhar bem menos do que aqueles que mataram e estruparam.
Isso, somente estimula a marginalidade!
Estou com muita vergonha do Brasil!
Por que tantos estão calados?
Tenho 84 anos e escrevo à espera de um despertar que não se concretiza.
Até quando isso vai continuar?
Até quando veremos essas nulidades que aí estão sendo eleitas e reeleitas?
Estou com muita vergonha do Brasil.
eu estou com vergonha DOS BRASILEIROS

RUTH MOREIRA

Se és brasileiro, patriota e quer ver essa situação mudar, não vacile, REPASSE para o maior número de pessoas, é preciso fazer com que o povo tome consciência e reaja!!!
 
E não vote em vagabundo!!!
 
Há pessoas que fazem as coisas acontecerem, outras observam o que está acontecendo e, por fim,  outras  que não sabem o que está acontecendo.
E TEM TAMBÉM FDP QUE DIZ QUE SÓ FAÇO COPIAR, CLARO! O QUE PRESTA

terça-feira, 8 de abril de 2014

PORQUE NÃO TEMOS DELEGACIA, BANCO, LOTERICA?


PORQUE NÃO TEMOS DELEGACIA, BANCO, LOTERICA, SEGURANÇA, SAÚDE E EDUCAÇÃO DE BOA QUALIDADE?

Porque somos desunidos, não pensamos coletivamente, a maioria só pensar em se dar bem; eu estiver ganhando o resto que se lasque.

Outubro vem ai, recebo R$50,00 de um candidato, R$100,00 de outro, otários voto em outro.

Otários? Vão passar quatro anos recebendo bom salário, mordomias e poder, entram pobres, saem milionários, se eles acumulam 50/100 processos por roubo não importa, eu papei R$150,00 dos trouxas.

Estes trouxas vão passar quatro anos rindo na tua cara.

Agora vejamos:

Pernambuco tem 185 municípios destes 101 têm menos de 25.000 habitantes entre estes 03 com menos de 5.000.

Todos eles estão nos mapas do estado, constam nos perfis dos municípios entregues ao governo estadual e federal, possuem, agencia bancaria, delegacia e algumas outras benesses.

O Cabo de Santo Agostinho de hoje ultrapassou os 200.000 habitantes tem um PIP cima de 5bilhões, tirando por baixo 150.000 eleitores, no entanto, Pontezinha não aparece em nenhum mapa, só é visto no perfil interno da prefeitura não aparece no CONDEP/FIDEM – IBGE – SEQUER CONSTA COMO EXISTENTE NA ANATEL.

Não conhecemos nossas fronteiras, tudo que tínhamos nos foi tirado; havia delegacia, acabou, posto policial fechou, escritório da COMPESA, fechou, atendimento de urgência 24 horas se um dia teve, não lembro, lazer, políticas sociais, quais?

Porém entre agosto, setembro e princípio de outubro a cada dos anos é onde se vê mais candidatos por metro quadrado, tudo gente boa, anjos caídos do céu. E nada muda.

Somos 27.000 habitantes não somos respeitados pelo simples fato de não nos respeitarmos. Somos maiores que 104 municípios e há anos apenas o rabo do Cabo, o rabo sujo e abandonado do Cabo, tudo isso graças as escolhas erradas, elegemos e reelegemos quem passa quatro anos apenas enchendo os bolsos, são: O filho de seu Zé, o Sobrinho de D. Maria, o irmão de Mané.

Tivemos “grandes” prefeitos, grandes obras e nunca mudamos, somos o rabo, desrespeitado, abandonado do Cabo, somos apenas o curral onde os votos brotam.            

 

        

  

DISCIPLINA NUNCA MATOU NINGUÉM E MANTER A DISTANCIA CORRETA ENTRE LIBERDADE E LIBERTINAGEM, FAZ A DIFERENÇA

Sai o diretor, entra o policial
Diante da violência, PM assume colégios de Goiás, em medida criticada por especialistas
Demétrio Weber

NOVO GAMA E VALPARAÍSO (GO)- Um grupo de adolescentes se perfila em formação militar, enquanto uma
soldado armada os passa em revista. Nenhum deles masca chicletes. As garotas não usam batons ou esmaltes
chamativos. Nas conversas não se toleram gírias. Todos são obrigados a cantar o Hino Nacional na chegada, a
caminhar marchando e a bater continência diante do diretor. Não estamos num quartel, mas num dos dez colégios da
rede estadual de Goiás cuja administração começou a ser transferida para a Polícia Militar desde janeiro, numa medida
desenhada para amainar os repetidos casos de violência ocorridos numa região desassistida a apenas 40 quilômetros
do Distrito Federal. Duas das escolas sob o novo regime ficam nas cidades de Valparaíso e Novo Gama. Ali, a maioria
dos professores é a mesma do ano passado, e a metodologia pedagógica continua sob responsabilidade da Secretaria
estadual de Educação. Mas o diretor de cada unidade é um oficial da PM, assim como a equipe encarregada de manter
a “ordem”. Todos fardados e com armas na cintura.
A escolha dos colégios não foi em vão. O entorno do DF convive com problemas crônicos de violência. Desde
2011, a Força Nacional de Segurança Pública reforça o policiamento. Em Valparaíso, o Colégio Fernando Pessoa já
apareceu no noticiário policial depois que um ex-aluno foi assassinado a tiros ali. Em outra ocasião, uma professora
sofreu um sequestro relâmpago ao sair do prédio.

‘OPERAÇÃO LIMPEZA’ PARA CONQUISTAR COMUNIDADE
A vice-diretora do Fernando Pessoa, Glaucia Ermínia dos Santos, foi mantida no cargo e afirma que o cenário “é
outro” desde a chegada da PM:
— A questão disciplinar mudou gritantemente. Tínhamos problemas de tráfico de drogas e prostituição.
Professores tinham medo dos alunos. No Colégio José de Alencar, no Novo Gama, relatos semelhantes. Continuação da Resenha Diária 7/4/14 7

— Era tudo bagunçado. Tinha gente usando drogas nos banheiros. Agora até o bairro está mais seguro. O melhor
é sair e ver uma viatura na rua — diz a estudante Erisvânia Chagas, de 15 anos.
Em ambas as unidades, um mutirão chamado de “operação limpeza” foi posto em prática com o evidente intuito de
conquistar a comunidade. As paredes foram pintadas; as pichações, apagadas. Os próprios alunos se tornaram
responsáveis por sessões de vistoria nos banheiros e pela checagem da sala: se tudo não estiver arrumado, ninguém
sai. Até a lista de ausentes à aula é compilada pelos estudantes, no caso um deles, o chefe da turma. Se um professor
falta, nenhuma turma sai mais cedo.
O código de conduta segue os moldes do que vigora nos colégios da Polícia Militar de Goiás (CPMG). Até os
cortes de cabelo devem obedecer a certos padrões. Contato físico “que denote envolvimento de cunho amoroso” é
proibido.
— No início eu me revoltei, odiei. Hoje adoro, não troco por nada — sustenta Luísa Roriz, de 16 anos, que estuda
em Valparaíso.
O apoio entusiasmado pode esconder temor a repressão. O código classifica como transgressão disciplinar grave
“denegrir o nome do CPMG ou de qualquer de seus membros”. Quem conversa com alunos percebe o receio que têm de
fazer críticas. Estudantes que davam entrevista ao GLOBO foram interpeladas por uma policial da equipe disciplinar no
momento em que uma delas reclamava da exigência de ficar em pé durante solenidades.
— Não há dúvida de que a escola, para funcionar bem, deve ter normas claras e ser exigente. Mas isso nada tem
a ver com militarização — critica Wanderson Ferreira Alves, professor de políticas educacionais na Universidade Federal
de Goiás (UFG). — Experiências exitosas no mundo fizeram o caminho inverso, aproximando a escola da comunidade e
horizontalizando relações hierárquicas.
Frederico Marinho, pesquisador de segurança pública na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), chama a
transferência de escolas para a polícia de “maquiagem ideológica”, “tentativa de doutrinação dos alunos” e “aberração”:
— Não tem nada a ver com segurança. Diretor do Colégio Fernando Pessoa, o capitão Francisco dos Santos Silva
defende o modelo adotado pelo governo de Marconi Perillo (PSDB). Ele é formado em Pedagogia e foi professor da rede
estadual antes de se tornar policial. E diz que um dos objetivos é melhorar a nota da escola no Índice de
Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), método avaliador do Ministério da Educação.
 — O caminho é simples: a disciplina consciente. A gente faz (o aluno) pegar o gosto (pelo estudo). No sábado
tem grupo de estudo na biblioteca. Em breve, vamos começar um cursinho para o Enem (Exame Nacional do Ensino
Médio) — afirma. — Gírias como “ô, véio” não podem (ser empregadas). Aqui a gente só usa a norma culta.
Diferentemente do que ocorre na rede pública, os colégios da PM goiana (aos quais se somaram os dois de
Valparaíso e Novo Gama) cobram uma contribuição “voluntária” de R$ 40 a R$ 70 mensais. O dinheiro é administrado
pela Associação de Pais da unidade e, segundo a PM, destinado a melhorias na infraestrutura, em equipamentos e na
contratação de professores de reforço. O Ministério Público em Valparaíso, contudo, acionou a Justiça no início do ano,
devido a informações de que o pagamento da taxa seria compulsório, assim como a exigência de uso de uniforme, um
kit de R$ 400. Uma liminar da Justiça garantiu o caráter espontâneo da taxa. O comandante de Ensino da PM de Goiás,
coronel Júlio César Mota, sustenta que houve um mal entendido e que a contribuição é voluntária:
— Quando o pai percebe que a contribuição está transformando a escola, a adesão é muito maior. Chega a 100%
em algumas unidades. O pedreiro Cleuber Bispo da Silva, de 44 anos, diz que faz questão de pagar.
 — Meu menino mudou de comportamento. Passou até a arrumar mais o quarto — descreve o pedreiro, cujo filho,
de 11 anos, está no 6º ano do ensino fundamental do Colégio Fernando Pessoa. O coordenador geral da rede
Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Daniel Cara, avalia como “um desastre” o processo que está sendo
registrado na rede estadual de Goiás:
— Trabalhei em escolas públicas nas regiões mais violentas de São Paulo e acompanhava as rondas que a
polícia fazia. Elas já eram temerárias... Imagine uma administração da PM! A polícia não faz bem nem seu trabalho de
segurança pública, que dirá educação. Essa medida reforça o sentimento de desigualdade entre as escolas. É um
instrumento antirrrepublicano. Precisamos combater a desigualdade, não institucionalizá-la.
Outro a condenar a medida é o ex-comandante do Batalhão de Operações Especiais (Bope) do Rio de Janeiro e
antropólogo Paulo Storani.
 — É a certificação do fracasso de um processo pedagógico no Brasil. É aquele pensamento: “ah, não temos
como resolver o problema? Então chama a polícia”. Estão dando o gerenciamento da escola a um órgão que não tem
essa função — raciocina. — A população tinha uma expectativa, é o desespero de querer qualquer coisa para melhorar
uma situação. Pode melhorar em curto prazo, porque cria disciplina, mas não resolve nada a longo prazo.

segunda-feira, 7 de abril de 2014

NOSSO QUERIDO GOVERNO FAZENDO CARIDADE COM NOSSO DINHEIRO

COMO SE NÃO BASTASSE SUSTENTAR O COITO QUE É O CONRESSO NACIONAL E AS CASAS DE TOLERÂNCIA DO ENTORNO
  
Alteração de endereço!
 Olá amigos e amigas. Por motivos financeiros vou mudar de residência. Qualquer assunto a tratar comigo nos próximos tempos só por e-mail, fiquei sem morada fixa e sem telemóvel, tudo confiscado pelo fisco.







 
 
NOTA: Este luxo pertence à filha do presidente de Angola, Isabel dos Santos… que pelo caminho a que a austeridade nos leva, ainda vai ser dona de metade de Portugal.
E O BRASIL PERDOOU A DÍVIDA DE ANGOLA