sábado, 30 de julho de 2011

É DOMINGO; LEIA COM CALMA-ISTO É O RESULTADO DO VOTO QUE VOCÊ VENDEU E CONTINUARÁ VENDENDO, PORQUE VOCÊ É VIVO

O VÍDEO CONTÉM CENAS MUITO FORTES, NÃO DEIXEM CRIANÇAS ASSISTIR E SE FOR FRACO DO ESTÔMAGO NÃO O VEJA!  
Impróprio: Menores de 18 anos. 

SEJA QUAL FOR O CRIME, DO ROUBO MAIS SIMPLES À CORRUPÇÃO OU A UMA BARBARIDADE COMO A MOSTRADA NO VÍDEO, A CULPA É DA CLASSE POLITICA, É ELA QUE FAZ AS LEIS, FROXAS. A CERTEZA DA IMPUNIDADE FACILITA TODOS OS CRIMES.

TALVEZ PREVENDO UM DIA FOR PEGO, É ELA QUE INDICA OS MINISTROS DO SUPREMO, QUE DEFENDEM LADRÕES, TERRORISTAS E AMIGOS POLÍTICOS LADRÕES.

JUNTE-SE A ISSO O VOTO VENDIDO E TEREMOS A FIEL DEMONSTRAÇÃO DE COMO UM POVO QUE ACHA QUE LEVA VANTAGEM AO RECEBER PROPINA DE UM POLÍTICO PARA ELEGÊ-LO ACABA.

Mesmo sabendo que a ilustre Professora, Ex - vereadora /senadora tem plano de saúde vitalício (e não abriu mão do benefício) pago por este mesmo povo que morre nas portas dos hospitais, por balas perdidas, por retaliação do tráfico, por falta de preparo e condições de trabalho das polícias, pela impunidade possibilitada pelas leis frágeis que ordenam o país, não se pode, se justo for deixar de elogiar pelo menos ela fala e mostra quão insignificante é o povo para aqueles que são eleitos (muitos por votos conquistados em troca de uma cesta básica ou uma bolsa qualquer) para durante quatro anos dirigirem seus destinos. NT:Blog

- A Violência e o Descaso das Súcias Políticas –

Profª. /Ex-Vereadora/Senadora

Heloisa Helena
SÚCIAS- Grupos de pessoas de má índole, corja – NT: Autor do blog

As notícias da semana envolveram mais denúncias de Crimes contra a Administração Pública no Ministério dos Transportes... aliás, quem não é cínico sabe que está tudo como antes num reino podre que onde aperta sai secreção purulenta! As grandes estruturas de mídia no mundo estiveram voltadas para mais uma demonstração de intolerância religiosa e racial demonstrada nos mais de 70 assassinatos em Oslo... E o mundo musical sentiu a tristeza na tragédia das drogas destruindo totalmente a talentosa e sofrida Amy Winehouse. No Brasil, entre tantos fatos alarmantes, mais uma demonstração estarrecedora e vergonhosa de homofobia quase matando, por espancamento, um pai que abraçava carinhosamente o seu próprio filho!

A nossa querida Alagoas acordou mais um dia com a brutalidade da violência... Entre muitos e muitos outros casos, a Sra. Maria de Lourdes foi arrastada – da cama onde dormia com seus filhos pequeninos – e esquartejada em via pública de bairro residencial na periferia de Maceió. Os assassinos utilizaram o braço decepado da jovem para escrever numa parede – com o próprio sangue da vítima - a palavra “cabueta”, ou seja, delator do tráfico de drogas! As fotos são capazes de gerar mais do que indignação... na verdade promovem desolação e tristeza profunda. O conhecido site YouTube retirou de circulação o vídeo com a reportagem sobre este crime alegando “cenas de conteúdo chocante e repugnante” e o Twitter removia imediatamente todas as fotos do caso quando postadas. (WWW.CABULOSO.COM.BR).


(MOSTRA, PARA QUE TODOS VEJAM A QUANTO CHEGA O PREÇO PAGO POR UMA SOCIEDADE QUE ACHA QUE SEMPRE LEVA VANTAGEM)

A Secretaria de Segurança Pública (Defesa Social ou qualquer nomenclatura que a ela seja dada) tem conhecimento que na mesma localidade desse crime brutal, com a mesma motivação e idêntico modus operandi (mata, esquarteja, degola e põe a cabeça da vítima numa estaca na mesma via pública) há poucos meses outros também foram assassinados. O que dizer em casos assim? Eu - como não sou dos esgotos dos ratos silenciosos que fingem educação e moderação porque são associados dos políticos ladrões - repito: Governos Covardes! Governos de Pusilanimidade! (Quem acha essa formulação exagerada veja as fotos e imagine a sua filha sendo a vítima!). O pior de tudo, é que nós sabemos que se esses crimes fossem com pessoas ricas (com todo respeito à dor do coração da mãe que perde um filho, pois independente de classe social é a mais intensa dor que há), os Governos já teriam montado uma verdadeira operação de guerra para destroçar o que pela frente passasse como suspeito dessa repugnante e macabra demonstração de violência. Como as vítimas são muito pobres, “as autoridades” tratam como se fosse apenas mais um caso e certamente irá mesmo apenas compor as frias estatísticas oficiais, os estudos acadêmicos e as justificativas de necessidade de mais dinheiro público sem fiscalização. Enquanto isso, o Império do Medo continua se consolidando - e arregimentando o exército de mão-de-obra escrava em comunidades vulneráveis socialmente - com o apoio e a proteção das Muralhas de Impunidade construídas pelos Governantes omissos e cúmplices, e claro com a ajudinha cínica de muitos eleitores igualmente covardes!

É fato, que a situação de violência, em Alagoas e no Brasil, demonstra o total descontrole do Aparelho de Estado... não há Prevenção com Políticas Sociais, nem Repressão com o Aparato Policial, nem Recuperação e Reintegração Social nos Presídios e muito menos a articulação dessas ações como mecanismos essenciais para minimizar o dramático cotidiano de violência devastadora. Além do que, excetuando as corjas omissas e cúmplices dos Governos – Federal, Estaduais, Municipais – a população em geral reconhece que a Miséria Humana e a Impunidade são verdadeiras fábricas de criminalidade e barbárie social.

O mais difícil de suportar – para quem tem compromisso social e conhece as centenas de projetos e propostas alternativas que podem ser amplamente viabilizadas com eficácia – é identificarmos a inoperância, incompetência e insensibilidade em todas as áreas que deveriam atuar de forma integrada a curto, médio e longo prazo para minimizar o risco da banalização da violência. São conhecidas as Leis, Propostas e Projetos para Prevenção à Violência... da Educação, Música, Cultura, Esportes até a Capacitação Profissional e Arranjos Produtivos que possam dinamizar a economia local gerando emprego e renda e a estruturação das Polícias Comunitárias (incluindo as guardas Municipais); para a Repressão Qualificada... com Policiais Civis e Militares em condições dignas de trabalho e salário (e não essa desmoralização a que são submetidos pela precariedade cotidiana) até a utilização da alta tecnologia disponível, de baixo custo e grande eficácia nas investigações e na redução da letalidade policial; para a Recuperação e Reintegração Social dos(as) que estão nos Presídios ou em Restrição de Liberdade... com Escolarização, Capacitação Profissional, Estruturas Econômicas Auto-Sustentáveis até a Inserção no mercado de trabalho para superar as danosas experiências de quem vai ao presídio por pequenos delitos e lá acaba se transformando num lixo humano submetido à violência sexual e depósito de hepatite, AIDS, tuberculose ou aprendiz de crimes infinitamente piores dos que motivaram a prisão e assim realimentando a barbárie.

Sei que muitos, aqui e alhures, vivem da frieza pragmática - seja como mecanismo de defesa para já não mais sofrer, seja para continuar usufruindo das súcias de vadios políticos (pleonasmo intencional!). Mas eu e muitos mais continuamos lutando e repetindo Saramago: “Se tens o coração de ferro, bom proveito. O meu fizeram-no de sangue e sangra todo dia!”

AMANHÃ TUDO ISSO PODERÁ ACONTECER COM VOCÊ OU COM SUA FAMÍLIA, ENTÃO VERÁ E SENTIRÁ NA PELE QUANTO CUSTOU O VOTO QUE VENDEU OU TROCOU POR UMA BOLSA.













  

PORQUE RECLAMAR SE UMA OBRA DE 10 CUSTOU 50? É NORMAL!

NÃO EXISTE PUNIÇÃO, QUER PROVA?


Fonte: Coturno Noturno
QUER MAIS LADRÃO QUE ESTE? (DELTA- TODA VEZ QUE VOCÊ VER UMA MÁQUINA DESSA EMPRESA NUMA OBRA PODE ESTAR CERTO ELA CUSTRÁ 10 MAIS SERÃO COBRADOS 100 E JUNTO COM CABRAL (DO RIO) FAZEM UMA DUPLA E TANTO). 
QUE ESPERAR DAS PREFEITURAS SE NOS MINISTÉRIOS A FARRA COM DINHEIRO PÚBLICO CADA DIA AUMENTA MAIS.

PENSAM QUE É SÓ NOS TRANSPORTES?

IMAGINEM NOS OUTROS, ALGUÉM SERÁ PRESO? JAMAIS! O QUE NOS ROUBARAM SERÁ USADO PARA AJUDAR NA CAMPANHA DE OUTRO ALGUÉM TÃO OU MAIS CORRUPTO QUE ELE. 
VOU MANDAR DEMITIR, VOU PEDIR A CABEÇA, DIAS DEPOIS O CRÁPULA ESTA NUM CARGO MAIS BEM REMUNERADO  

Não tem jeito, no Brasil quanto mais ladrão mais facilidade, vai ser honrado e honesto nesse país, tá lascado!

Alguém já viu candidato que não comprou votos, distribuiu cestas básicas que seriam entregues aos mais carentes cadastrados, fez conchavos com famílias inteiras. Votem em mim que eu emprego seu filho, mesmo que nem lá ele apareça, ganhar eleição?

Ganham os que carregam nas costas dezenas de processos pelo que eles amigavelmente e por se tratar de "homens ilustres" desvios, apropriações indébitas etc. para mim SÃO LADRÕES.

Procure ver quantos processos cada um dos "ilustres" do Cabo carrega nas costa, inclusive dos que já saíram e que muitos acham que foram maravilhosos.

Também quem não seria: Construo uma estrada por R$1,00 e digo que foi R$100,00, a diferença vai para os carentes (das famílias deles) ou já fazendo fundo de caixa para poder comprar votos para se reelegerem ou elegerem filhos, netos, piranhas e demais pessoas do restrito círculo de amizades.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

NÃO RETIRO UMA PALAVRA DO QUE DIZ ESTE BRASILEIRO HONRADO

Tenho vergonha de tudo isso 11 de junho de 2011


Ethevaldo Siqueira
Battisti perdoado, a Operação Satiagraha anulada, os 11 anos de liberdade do jornalista Pimenta Neves, o médico estuprador Abdelmassih no Líbano, os assassinos de Tim Lopes foragidos, o processo do mensalão em vias de absolver seu chefe máximo e 40 comparsas, a denúncia de superfaturamento confirmada pelo TCU mas impune na nova Telebrás. É muito para minha cabeça, caro leitor. A última cassetada foi a anistia ao terrorista.

Confesso que, como brasileiro e como ser humano, sinto vergonha e revolta diante da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que garante ao criminoso e terrorista italiano, Cesare Battisti, permanecer no Brasil e gozar de todos os direitos conferidos aos cidadãos deste País. Esperava que o Supremo corrigisse a incrível decisão de Lula tomada no último dia de seu governo, ao permitir que esse terrorista, assassino de quatro pessoas, condenado à prisão perpétua na Itália permanecesse no simplesmente: “Sr. presidente, depois de receber a indicação favorável da Suprema Corte de seu país, o senhor acha justo perdoar e proteger esse criminoso, que entrou no Brasil com documentos falsos — como outros fugitivos internacionais, inclusive carrascos nazistas – e que foi condenado à prisão perpétua, num país democrático como a Itália?
Pergunte a qualquer cidadão comum, trabalhador ou dona de casa, o que acham dessa vergonha. Talvez pareça ingenuidade, leitor, mas eu esperava muito mais do STF, mesmo conhecendo seus erros do passado, dois habeas corpus a Daniel Dantas e liberdade para Abdelmassih, o médico acusado e condenado por mais de 50 estupros.

Lembro-me bem da sabedoria de meu velho pai, que sempre dizia: “o senso comum é muito mais justo e honesto que o da maioria das instituições do Brasil”. E o pior é que não vemos no horizonte nenhuma possibilidade de mudança.
O Brasil que amamos
É claro que existe um outro Brasil que amamos, que é o Brasil dos que trabalham, lutam, pagam pesados impostos, enfrentam todos os desafios e não se corrompem, como o caseiro Francenildo, o cidadão simples e honesto que teve a coragem de depor contra o poderoso ex-ministro e dizer com orgulho: “Minha mãe sempre me ensinou que a gente não deve ter medo de dizer a verdade. Então, podem me matar, mas eu vou dizer a verdade…” E lembrem-se que as contas do caseiro foram violadas por ordem do mesmo ministro que se recusou desesperadamente a identificar a quem prestou serviços tão bem remunerados, enquanto era deputado federal.

Tudo isso me faz lembrar que, para muitos estudiosos, existem, realmente, dois Brasis – aliás era esse (Dois Brasis) o título de um livro famoso, de Jacques Lambert, professor francês que lecionou na Universidade do Brasil (hoje UFRJ) nos anos 1930 e 1940. É claro que Lambert não chegou a tratar dessas contradições éticas tão dramáticas como as que me afligem nestes dias tristes que marcam o começo de um novo governo. E Dilma Rousseff não parece ter força para resistir ao tsunami de corrupção que nos ameaça.

Soberania? Não. Mentira
Não quero estragar seu fim de semana, meu caro leitor internauta. Mas pense na hipocrisia e na vergonha daqueles que argumentam que o terrorista assassino tinha que ser libertado e mantido no Brasil por “uma questão de soberania nacional”. Mentira. Só há uma soberania respeitável de qualquer nação civilizada: a soberania da verdade e da justiça.
Vivemos no país da impunidade e do faz-de-conta. O que vale é o sofisma jurídico, formal, conveniente e safado – e não a essência da justiça que repousa em nossa consciência e no senso comum da maioria dos cidadãos. O povo brasileiro não merece as instituições que tem.
Não quero estragar seu fim de semana, meu caro leitor internauta. Mas pense na hipocrisia e na vergonha daqueles que argumentam que o terrorista assassino tinha que ser libertado e mantido no Brasil por “uma questão de soberania nacional”. Mentira. Só há uma soberania respeitável de qualquer nação civilizada: a soberania da verdade e da justiça.
Vivemos no país da impunidade e do faz-de-conta. O que vale é o sofisma jurídico, formal, conveniente e safado – e não a essência da justiça que repousa em nossa consciência e no senso comum da maioria dos cidadãos. O povo brasileiro não merece as instituições que tem.


Vergonha e revolta
Confesso que, como brasileiro e como ser humano, sinto vergonha e revolta ao saber que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) anula toda a Operação Satiagraha e livra Daniel Dantas da condenação por todos os crimes de que é acusado, não aceitando as provas porque foram feitas por agentes da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) não autorizados. Ah, quanta hipocrisia. Esse é mais um sofisma jurídico, formal, conveniente e safado. O que vale, para essa gente, não é a vacina que protege de verdade, mas o atestado de sua aplicação, que pode ser falso. O papel vence o fato.

Confesso que, como brasileiro e como ser humano, sinto vergonha e revolta por saber que este é país dos recursos sem fim, que, bem manipulados por advogados e juízes, mantêm em liberdade, por 11 anos, um assassino confesso, covarde, como Pimenta Neves. Se fosse um cidadão simples e humilde – caseiro ou faxineiro – teria que enfrentar todo o rigor da lei.

Confesso que, como brasileiro e como ser humano, sinto vergonha e revolta em viver num país em que um médico renomado, especialista em reprodução humana, Roger Abdelmassih, mesmo condenado a 278 anos de prisão por estuprar 55 mulheres, consegue um habeas corpus do STF e foge do Brasil para o Líbano, para escapar da Justiça brasileira, porque tem origem libanesa e o Brasil nunca firmou tratado de extradição com aquele país. A ironia é que o Brasil acaba de descumprir tratado firmado com a Itália e não entregou um terrorista, assassino de quatro pessoas.

Confesso que, como brasileiro e como ser humano, sinto vergonha e revolta em ter que viver num país onde os assassinos do jornalista Tim Lopes, que estão foragidos, beneficiados pelo regime semiaberto (apesar de sua periculosidade e do pouco tempo em que ficaram presos). Tim Lopes foi executado em 2002. Um dos assassinos, Ângelo Ferreira da Silva, condenado a 15 anos de reclusão, saiu para trabalhar no dia 7 de fevereiro de 2010 e não voltou ao presídio Vicente Piragibe, em Bangu (zona oeste do Rio de Janeiro). Adeus, Justiça.

Confesso que, como brasileiro e como ser humano, sinto vergonha e revolta em ter que viver no país do mensalão, do enriquecimento não explicado de Palocci, do superfaturamento de R$ 121 milhões em licitação da Telebrás (comprovado pelo TCU, mas não punido e ainda defendido pelo ministro das Comunicações). "As falcatruas no Ministério dos Transportes, etc..."
Sei que há centenas ou milhares de casos tão revoltantes quanto esses que acabo de mencionar. Mas, pergunto a você, leitor: preciso dar mais exemplos?
O mais triste é que não vemos nenhuma possibilidade de mudar esse teatro de horrores a curto ou médio prazos, nenhum movimento, partido, ou perspectiva de mudança desse outro Brasil, repugnante, acobertado pelas instituições decadentes e pelos sofismas jurídicos, formais, convenientes e safados – de uma enxurrada de leis que protegem o bandido e abandonam suas vítimas.
NOTA DO AUTOR:
Com a palavra os babões defensores da corrupção, do roubo do dinheiro público das mortes por falta de socorro médico, dos estupros, dos latrocínios, das mortes por balas perdidas, dos governantes que defendem, ditadores e assassinos e entregam a sanha de ditadores homens íntegros que pediram ajuda ao nosso país, enquanto, defende, asila, recebe e dá mordomias a um assassino condenado pela morte de quatro pessoas .



Babas ovos que defendem governantes que retalham o território brasileiros para satisfazer os desejos das nações em troca de uma um nome. “Cara”, o cara de merda que vai se tornar o Doutor das faculdades Pernambucanas, um Estado desse, um país desses, não é motivo de orgulho para homens trabalhadores, honestos e patriotas.


Este é o Brasil dos babões, dos sem honra, dos sem caráter, dos sem vergonha!

PONTEZINHA GANHA AUDITÓRIO

Desejado há muito Pontezinha recebe hoje um auditório com ótimas instalações. As 16:00 horas o Prefeito Lulal Cabral entregará a comunidade o Auditório Padre Antônio Carlos Van Der Velden, que por muitos anos esteve à frente da Igreja católica Brasileira por muitos anos e muitos serviços prestou á comunidade.
Tenho conhecimento que muitos cidadãos de bem, lideranças desejaram que o auditório fosse batizado com o nome do Professor Pedro ( Ilustre educador que encaminhou muitos em Pontezinha), mais o nome  do Padre Vender, (que teria sido o nome da Escola modelo) como assim o chamavam deixou sua parcela de contribuição e Professor Pedro nunca será esquecido, que seus alunos, admiradores estejam preparados para que a próxima obra em Pontezinha receba seu nome, quem sabe a praça ou (quando Deus quizer parte da nova Estrada de Curcurana), assim preparem de antemão documento, enviem à câmara solicitando que a próxima obra tenha o nome desse ilustre educador que sem dúvidas merece esta homenagem.      
O auditório possibilitará aos muitos grupos teatrais existentes em Pontezinha se apresentarem e possibilitará recebermos artista e palestrantes que possam nos presentar com conhecimento.
Um auditório bem instalado como é o caso deste tras inúmeros benefícios a comunidade visto que agora podemos convidar sem nos envergonhamos autoridades, estudiosos e artistas que possam abrir canais de entendimento e cultura. 
Resta saber nas mãos de quem a prefeitura entregará a direção do auditório para que não ocorram atritos e que ele tenha vindo para somar e não para abrir fendas nas relações comunidade administração, que seja um espaço democrático.
O auditório foi constuído para ser um polo de união da comunidade voltada ao laser e a cultura e esta deverá ser sua meta    
A comunidade agradece.      


terça-feira, 26 de julho de 2011

Um gigante jovem que esta aprendendo a caminhar

Antes de tudo vamos colocar pontos nos is!



SUAPE não depende apenas de decisões de governantes, SUAPE engatilha breve andará e no futuro correrá com pernas próprias, pés firmes bem alimentado pelo desejo de todas as grandes empresas mundiais estarem o mais perto possível de todos os recantos do planeta e isto é SUAPE, UM GIGANTE, jovem, que esta aprendendo a crescer.


Quero muito o desenvolvimento do Cabo e abertura de mercado para os jovens cabenses, mais temos que ser coerentes. Precisamos de tempo para completar (ou melhor, já que não temos nenhuma) construir uma infra-estrutura que nos permita crescer sem nos matar.

Não temos habitação, estradas, saúde, segurança, educação laser para nosso povo imagine para suportar a explosão demográfica que, podem esperar apenas esta começando. Não podemos pensar apenas no hoje, no agora.

SUAPE é uma realidade, é uma perspectiva de futuro para todos os Ipojucanos e Cabenses, levar em conta que não temos, e só teremos capacidade de absolvição planejando a instalação de tantos empreendimentos sem devastar desmedidamente, este fato tem seu lado negativo, porém poderá nos ajudar a preparar terreno para um futuro mais sustentável, não adianta comer hoje até não poder mais e morrer de fome amanhã.

SUAPE esta acima dos governos é um porto estratégico na economia mundial, as empresas desejarão ter fábricas ou pontos de apoio por aqui, temos que estar preparados, mais não é destruindo tudo e amontoado pessoas que teremos um bom futuro, temos que pensar no hoje sem tirar os olhos do amanhã.

Vai-se a FIAT, outras virão, seja aqui, em Goiana, Caruaru, Garanhuns ou Triunfo, tudo ou pelo menos 80% terá que passar por SUAPE, é a passarela da exportação e o cavalo guia do progresso, mais temos que pesar domar nossa ansiedade, para não sermos engolidos pela ânsia, pelo ouro dos tolos.

Temos que desejar o progresso sem desprezar nossa qualidade de vida senão breve as palavras do poeta soarão como profecia: Prá que tanto dinheiro se não temos um copo d’água para comprar?

E para isso temos que nos educar, nos fortalecer, aprender a cobrar nossos direitos e fazer valer nossa força conjunta, temos a obrigação de mostrar, ensinar aos menos esclarecidos que as desgraças que nos acompanham há séculos é fruto dessa falta de consciência coletiva, cada um pensa por si e para si, temos que, se quisermos participar do progresso e da boa qualidade de vida que se vislumbra, pensar no coletivo, para isso, é essencial que coloquemos ponto final na corrupção causa maior do desrespeito aos direitos dos cidadãos, temos que nos livrar desses políticos que enriquecem em quatro anos e riem das nossas desgraças e da nossa falta de educação cidadã.

A FIAT se vai, quantas indústrias de pequeno e médio porte terão que se instalar em SUAPE e arredores para dar suporte à refinaria e aos estaleiros?

Sem esquecer que numa economia globalizada a morte de um pode ser o início de uma doença mortal para os vizinhos e parceiros, ainda mais quando, como é nosso caso, acumulamos uma dívida externa de U$280 bi e uma interna de R$1,5 trilhões de reais, fruto de administrações tresloucadas e corrupção.

Pensamos no hoje para que nosso futuro nos traga dias melhores, futuro este que perseguimos há décadas e que é adiado exatamente devido à corrupção dos gestores e dos legisladores que elegemos para dirigir nossos destinos, muitos são ladrões conhecidos e comprovados, mais muitos de nós trocam quatro anos que podem significar dez por R$ 40,00 pela venda de voto a um crápula. Esta em curso a campanha do Recall político, vamos apoiar, vamos implantar esta arma para que os cidadãos possam retirar do poder, sem delongas os maus políticos.

Enquanto não aprendermos a usar nosso direito maior e nosso poder, viveremos à margem, construiremos o progresso para que uma parcela corrupta se beneficie. O poder é nosso, e para nós.

Não permitamos que se usem decisões baseadas em estudos de viabilidade e retorno progressista e financeiro na auto promoção ou em arma para eleições, todos, com raríssimas exceções que hoje se digladiam no desejo do poder ( e do enriquecimento fácil), são figurinhas marcadas, todas conhecidas e de pouco ou nenhum trabalho digno dos salários que recebem.

Vai-se a FIAT, como, por onde embarcará ela seus produtos para outros países? Pela BR 101 que não suporta nem o volume de trafego atual? Terão que construir novas rotas, que sem opção terão que chegar ao Cabo e Ipojuca e às margens destas vias de suporte centenas milhares de empreendimentos se estabelecerão, é apenas o balanço das águas do mar do crescimento, as ondas passam, o nível desce mais o grosso, o mar estará sempre aqui.

Desculpem todos, Blogueiros e seus leitores pelo tamanho do comentário mais é nosso futuro que esta em jogo.