sexta-feira, 27 de setembro de 2019

De mãos postas ou teclando a escravidão se aproxima.


Milhões de mãos postadas, joelhos ao   chão, corpos e espíritos pacíficos curvados ante o Senhor supremo orando, outros milhões de mãos nos teclados dos computadores enquanto outros milhares tecem a teia da submissão. Se todas as mãos se unirem em orações, forem usadas em protestos em redes sociais não haverá mãos que empunhem as armas da liberdade. Se Deus quisesse apenas cordeiros sobre a Terra não armaria Seus Arcanjos. As mãos que se unem em orações são as mesmas que devem empunhar as armas da liberdade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.