quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

CTT Cabo bota moral e enche Pontezinha de placas de estacionamento proibido.

Colocação de semáforo de pedestre sem câmera é como agente de transito dormindo, ninguém respeita. Placas de Estacionamento proibido sem fiscalização é enfeite. A cada vinte metros tem uma placa de
No entanto não vê micro onibus parado em baixo de uma placa 
Também não vê micros esperando passageiros ou esperando que  cobrador lache fechando rua.
O motorista que sai da Rua José Gomes tem que esperar a boa vontade dos motoristas de micro para acessar a Horácio Ferraz ou arriscar uma saida sem visão (esta fato esta sendo denunciado há cinco anos).
Vaículos em fila dupla, ultrapassando (proibido na via) excesso de velocidade, motos sem escape, veículos com cargas irregulares (acima da altura ou derramando carga pela via) Faixas de pedrestres apagadas. Não existem placas indicativas, Escola, Crianças, pedestres, velocidade máxima (zona urbana).
O engarrafamento diário causado pela irregularidade física da entrada saída de Pontezinha poderia ser minimizado com a presença de dois agentes nos horários de pico na saída. 
Uma pequena intervenção já facilitaria o acesso á Pontezinha e saída dela, mais apenas os técnicos sabem o que é melhor. 
Na Ernestina Batista colocaram diversas placas de E.P. de ambos os lados, quando deveria ser em um e o acesso aà Horácio Ferraz proibido da entrada da Escola Modelo até a saída.
Fazer leis ou estabelecer normas sem fiscalização é o mesmo que ... e não limpar.        

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.