sábado, 15 de abril de 2017

TUDO DE BOM


terça-feira, 11 de abril de 2017

COMO SOMOS VISTOS?

Ai muita gente pergunta: Como será visto o Brasil mundo afora? Presidente, indiciado, ex-presidente réu, ex-presidente e(a), presidentes da câmara e do senado federal réus, ministros réus ou indiciados, senadores, deputados, governadores, prefeitos, ladrões ou coiteiros, empresários criminosos, bandidos contraventores. Juízes (indiciados, réus e/ou condenados) em todas as cortes, da mais chula (existe no Brasil) à mais alta. Traidores da confiança do povo em todas as esferas de governo e nos três poderes. Nomeados, citados, indiciados, réus e condenados fazendo propaganda nos meios de comunicação visando serem eleitos e tendo aceitação. Corno, prostituta, gay, mandando e desmandando, "líderes" religiosos desavergonhadamente enganando milhares, milhões de inocentes fazendo fortunas vendendo de terrenos nos céus a lascas da Santa Cruz. "Como é visto o Brasil lá fora?" Pouco me importa. Importa-me é como sou visto em qualquer lugar. Se aceito isto; ser governado, enganado, roubado e feito de otário pela caterva sou cem vezes pior que todos eles juntos. Amanhã ou no próximo feriado vou vestir verde/amarelo ir às ruas gritar fora ladrões! Como se ladrão tivesse medo de grito. O Brasil tem duas opções: 1) Transformar Brasília na Bastilha - 2) Enforcar Pedro Alvares Cabral (infelizmente) a segunda não tem mais jeito. Porque se já somos vistos como otários coiteiros de bandidos, receberemos ainda alguns títulos: Omissos, covardes, apátridas. Belo futuro para um país que foi criado por Deus para ser o celeiro do mundo o guia das nações, mais como país somos gigantes, como povo esponja e como nação; falta muito!