sábado, 11 de janeiro de 2014

QUANDO O UIARAPURU CANTA, ATÉ O MAR SILENCIA!

 
É bom se preparar – o tranco vai ser Forte!
 
Líderes Invisíveis – General Paulo Chagas - General de Brigada
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Quem não está na linha de frente, não tem o direito de abrir a boca para cobrar resultados, principalmente se for estrangeiro. Quem não faz parte do processo deve controlar seus ímpetos e ser prudente ao emitir opiniões emocionais. Não é preciso lembrar nem cobrar das nossas FFAA que tenham a coragem, a dignidade, a honra e o patriotismo de salvar nosso país. Não se deve confundir a eventual "omissão" de três comandantes militares burocratas das Três Forças com os LÍDERES MILITARES DA ATIVA, totalmente invisíveis à mídia e à população. A Sociedade não os conhece. São anônimos. Vivem confinados em suas Bases Militares, comandando suas tropas, treinando seus efetivos, administrando seus poucos recursos e sofrendo tanto ou mais do que cada um de nós, que ama o Brasil. Os Militares vivem conosco este momento de incerteza nacional e sofrem tanto ou mais do que nós. Para os que não se lembram, Militar tem esposa civil. Tem filhos civis. Têm parentes e amigos civis. Os nossos Militares ganham pouco. Conhecem a realidade nacional com muito mais precisão do que nós, graças ao Serviço de Inteligência do Exército Brasileiro, que infiltra seus tentáculos em todo e qualquer movimento social. Temos uma das (poucas) melhores Forças Armadas do Planeta. Somos internacionalmente reconhecidos. Todos os anos, 4 cadetes da Academia West Point - N. Y., USA fazem estágio nas Agulhas Negras, e, 4 cadetes da AMAN, fazem estágio na West Point. Nossos generais combatentes (O General Enzo é engenheiro e não combatente) são reconhecidos como sendo detentores de notória formação militar pelas FFAA dos USA e Rússia, por exemplos. Nossas Academias (Escola Naval, AFA e AMAN são consideradas ilhas de excelência em ensino militar no Mundo. Além disso, as FFAA, enquanto instituições, são perenes e transcendem às eventuais ideias contrárias de seus membros não alinhados com o Dever Constitucional. Portanto, não é necessário ofender, gritar, espernear, xingar, tampouco ficar lembrando aos LÍDERES MILITARES (INVISÍVEIS AO OLHO COMUM), suas atribuições, deveres e obrigações. Em primeiro lugar, militar não suporta ouvir choro. Em segundo lugar, não há mais o que se preparar. A Força sempre está preparada! Tudo é uma questão de tempo e melhor oportunidade. Entretanto, a questão é por demais complexa. Não estamos falando de se "fechar a boca de fumo da esquina", estamos falando de uma situação de extrema gravidade que demanda responsabilidade. Uma Guerra Civil pode demorar décadas para ser definida (se o for) e pode destruir uma Nação. Isto não é brincadeira de vídeo-game. Há dezenas de milhões de vidas humanas em risco. Mesmo assim, o dever constitucional jamais deixará de ser cumprido. Jamais! O "timing" dos civis" não é igual ao "timing" dos nossos LÍDERES MILITARES INVISÍVEIS DA ATIVA. É bom se prepararem, Amigos, pois o tranco vai ser forte! Quem não acreditar, que comece a orar! Ninguém perderá coisa alguma por esperar...
-- General de brigada Paulo Chagas
 
“O ser humano não inventa, não cria e nem inova, ele apenas aperfeiçoa.”
Cláudio Eugênio
 
 
Quem venham! Por aqui não passarão!
 
 
 
 
 
BRAÇO FORTE!
ARMAS ENSARILHADAS ENFERRUJAM E EMPERRAM A LIBERDADE!
 
É GRAÇAS AOS SOLDADOS E NÃO AOS POLÍTICOS QUE A DEMOCRACIA SE ETERNIZA!
 
S E L V A !
COMENTÁRIO/RESPOSTA
O ilustre General Paulo Chagas adverte que não é preciso lembrar as FFAA seus deveres e deixa clara a visão diferenciada civil/militar e que militar não gosta de choro.
Aceito a bofetada é cabível!
Lembro apenas que nem todo choro é sinônimo de fraqueza e que se alguns patriotas mais exaltados expressam suas dúvidas e incertezas, cobram, criticam como eu (identificado) é porque, como digo as FFAA não são formadas apenas por Generais, Brigadeiros e Almirantes e doe no peito dos patriotas ouvirem com tanta clareza o silencio, que maltrata.
Mais que muitos o senhor sabe com seus gritos de incentivo; à luta, o Brasil espera que cada um cumpra seu dever, avante brasileiros! Energizam seus comandados. Sem isso muito se perde e como espera o senhor que pessoas como eu que ama este pedaço de chão, a bandeira que o representa e esta sagrado nome de pátria se comporte ante o silencio da instituição que mais que qualquer outra representa tudo isso?
Eu, fraco choro, mais que ninguém, por sua formação, por seu preparo sabe que o declínio do amor pátrio é muito pior inimigo que dez batalhões. E é por este silêncio que muitos brasileiros honrados e patriotas choram, não é por covardia, nem medo, é por incapacidade, por não ter a formação que lhe foi dada nas exemplares escolas militares mantidas com o dinheiro suado de outros patriotas para formar homens como o senhor, preparados e capacitados a visualizar quando o perigo espreita a soberania da pátria mãe muito antes que nós.
Se não confiássemos nas nossas forças armadas porque ela teria tão elevada credibilidade? 
Tudo que precisávamos era isso, um gesto, uma palavra, vinda de um patriota para manter esta credibilidade e quiçá aumentar.
Talvez o senhor não goste de ler o que escrevi, sinto muito e se houver muitos erros desculpe, tenho apenas o segundo grau.
Hoje aos 63 anos me considero em paz com minha família, meu Deus e minha pátria.  
Faço e sempre procuro fazer minha parte e amo tanto minha pátria que não consigo conceber nenhum homem ou mulher, gari ou General que a ama mais que eu, pode ser igual, mais não!
Há anos grito meu protesto contra esta corja, já perdi muito e continuo perdendo, sou responsável por uma entidade social que nunca recebeu nenhuma ajuda por não querer me tornar garoto propaganda de políticos sem moral.
Mais uma vez desculpe, respeito sua posição sua honradez e, sobretudo seu patriotismo, quem sabe um dia nos encontre e eu possa agradecer? Por via das dúvidas, obrigado!



 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.