quinta-feira, 20 de junho de 2013


 
 
 
É...a PTralhada está pensando que vai conseguir manter a sujeira debaixo do tapete.....

Posted: 17 Jun 2013 07:00 AM PDT
Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
 
Embora seja um semideus do Supremo Tribunal Federal, o jovem ministro José Antônio Dias Toffoli terá de explicar por que o processo que questiona a lisura das contas eleitorais do PT em 2003 está parado, há mais de um ano, no seu gabinete no Tribunal Superior Eleitoral. A demora ganha contornos estranhos porque Toffoli, antes de ganhar o emprego vitalício no STF, foi advogado do PT.
 
A contabilidade de 2003 é a que registra os famosos empréstimos bancários contraídos nos bancos Rural e BMG que foram utilizados para esconder os esquemas do Mensalão. Como o STF considerou fraudulentos os empréstimos, no julgamento da Ação Penal 470, por lógica, as contas do PT em 2003 não podem ser aprovadas, e PT saudações.
 
O Globo de domingo revelou a existência de um relatório interno, produzido pela auditoria do TSE, questionando os pareceres técnicos do próprio tribunal que permitiram a aprovação, com ressalvas, das contas do Partido dos Trabalhadores, em 2003. Dirigentes do PT se recusam a falar do assunto. E hoje serão enviados emissários às Organizações Globo para não insistirem no caso.
 
Caso as contas do PT sejam rejeitadas – o que é pouco provável no Brasil da Impunidade -, o partido perderá o direito aos recursos do Fundo Partidário. Só no ano passado, a legenda embolsou R$ 52,9 milhões. O escandaloso é que o caso se enrola desde 2004, sem uma solução concreta – o que demonstra a lentidão total do Judiciário e indica o quanto este poder pode estar submetido a interesses políticos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.