sexta-feira, 18 de março de 2011

Cabo! De Pontezinha a Jussaral, será?

Com esta mensagem estou abrindo caminho para um debate de interesse de todos os cidadãos cabenses cientes de suas prerrogativas e direitos que lhes são assegurados constitucionalmente.

Cabenses! Independente do local onde residam dentro do município, é, de suprema necessidade que unidos cobremos aos eleitos para defenderem nossos interesses e direitos, ações que visem acabar de uma vez por todas com as dúvidas sobre as divisas do nosso município com o de Jaboatão dos Guararapes.
Os cidadãos que residem nessa área, Pontezinha, Gurugi, Vila Nova etc. ficam sem saber a quem cobrar por seus direitos visto que grande parta mora (sem ter certeza) em Jaboatão mais vota no Cabo. A dúvida causada por incerteza visto que em época d eleições (como foi visto e provado por fotos) candidatos do Cabo usando maquinário pertencente ao povo cabense fazem obras eleitoreiras em terras de Jaboatão e vice versa.
Nesses períodos outros serviços públicos também são executados.
É, e sempre foi do conhecimento das autoridades cabenses o interesse de Jaboatão na área de Pontezinha. Mesmo que em casos como este os serviços executados são apenas paliativos que muitas vezes trazem conseqüências muito piores. Ás vezes as próprias prefeituras não têm conhecimento que suas máquinas estão sendo usadas com a finalidade de confundir o eleitorado.

Todos os municípios têm suas áreas demarcadas porque então o Cabo dentro da região metropolitana ainda não conseguiu estabelecer seus limites de forma definitiva?
Tempos atrás, quando vereador o Sr. Horácio Ferraz, esta demarcação foi feita, documentos foram emitidos e entregues aos municípios.Por desinteresse ou desorganização mesmo a prefeitura do Cabo perdeu sua copia, outra que estava em poder do filho do vereador, Heraldo Ferraz, foi entregue tempos depois ao prefeito da época para que fosse providenciada a oficialização.

Mais uma vez perderam, ou alegaram ter perdido a cópia, como Jaboatão não tem interesse em ver a divisa oficialmente legalizada deve manter a dela escondida a sete chaves e como o prefeito de lá conhece bem tudo que ocorre no Cabo, às coisas ficam ainda mais difíceis.

Venho cobrando esta demarcação há muito tempo, muitos alegam que existe uma nova lei que ainda tramita pelos corredores, salas, e banheiros da câmara federal determinando as normas para determinação de divisas, quer, municipais ou estaduais. Assim sendo e sabedores de como as coisas correm por lá deverá levar mais uns mil anos até que se chegue a aprovação.

Então, se temos representantes, se estes desejarem pelo menos uma vez provarem que não estão lá apenas para esquentar cadeiras e receber os gordos salários que vergonhosamente recebem, na câmara municipal e estadual, que se dignem a pelo menos mostrar interesse por este pleito.
Vamos ajudar nossos comunicadores determinando os limites do Cabo visto, que estes sempre propagam: Cabo! De Pontezinha a Jussaral. Pontezinha? Onde é isso?

Existe apenas para dar votos e eleger pessoas que passarão quatro anos enchendo os bolsos, mas, se estou errado que provem.
Mostrem-me Pontezinha no mapa do estado, no perfil do município que é enviado á CONDEPE/FIDEM todos os anos.
Mostre-me um censo sócio demográfico de Pontezinha, mostrem-me exatamente onde começa o Cabo, pois, se tomadas por base as demarcações antigas já estamos perdendo muito terreno para Jaboatão.
E, se não cuidarmos do nosso patrimônio breve perderemos muito mais e vale lembrar, há dez anos 250m² de terra em Pontezinha valia R$ 2 – 3, mil reais, hoje já vale dez vezes mais.
Vamos lá cabenses vamos fazer a vereança e deputados eleitos com nossos votos trabalharem (não muito, por não estarem afeitos a estes esforços), não queremos perder nossos tão ilustres representantes.
Se necessário for vamos pedir, cobrar, exigir que este trabalho seja feito.

Se este serviço não for da alçada da câmara, vamos levar à assembléia, se também não for, ao congresso ou à presidência, é inadmissível que em pleno século XXI, um município não tenha os dados de todas as comunidades devidamente recenseadas, e, econômica, política, social e territorialmente definidas.
Aos cabenses à palavra!

quarta-feira, 16 de março de 2011

NÃO PODERIA SER MAIS OPORTUNO!

OBAMA TOMA POSSE DIA 19 E FALA AOS NATIVOS DIA 20




Laerte Braga



Barack Hussein Obama o mais perigoso líder terrorista em todo o mundo, presidente do conglomerado EUA/ISRAEL TERRORISMO S/A chega no dia 19 ao Brasil. Vai ser recebido pela “presidente” Dilma Serra Roussef e toma posse da nova colônia norte-americana em seguida.

No dia 20, no Rio de Janeiro, Barack Hussein Obama fará um discurso aos nativos, na Cinelândia. O evento está sendo considerado histórico e pode ser comparado à chegada da família portuguesa ao País, fugindo de Napoleão.

Obama foge dos próprios norte-americanos cada vez mais conscientes que foram vítimas – como os brasileiros – de estelionato eleitoral. No território continental do conglomerado terrorista crescem os protestos contra a barbárie dos acionistas do grupo. Madison foi o ponto de partida.

Na segunda-feira à tarde, militares e agentes norte-americanos vistoriaram o território – Cinelândia – onde Obama vai fazer seu discurso aos nativos. A convocação está sendo feita pelas principais rede de tevê do Brazil. Estão sendo usados desde agentes de primeiro escalão como os ministros Nelson Jobim, Moreira Franco e Anthony Patriot, até funcionários subalternos como o apresentador Fausto Silva, além, lógico, dos dois responsáveis pelos principais noticiários do conglomerado por aqui. Willian Bonner e Willian Haack.

A sede do governo do Brazil está promovendo um concurso via twitter para aqueles que desejarem dar boas vindas ao líder terrorista e ouvir seu discurso na Cinelândia. Os que melhor se saírem no quesito submissão podem ganhar prêmios variados.

Dilma Serra Roussef mentiu aos brasileiros, por exemplo, quando anunciou que a compra de caças para reequipar a “Força Aérea Brasileira” – BRASILEIRA, será? – estava suspensa por seis meses e que nova licitação seria feita, ou seja, todo o processo reiniciado.

O presidente do conglomerado EUA/ISRAEL TERRORISMO S/A disse hoje, através de porta-vozes, que será transferida tecnologia dos caças do grupo BOEING a empresa norte-americana (com algum capital do antigo Brasil) EMBRAER, privatizada no governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

A escolha da Cinelândia não é acidental. Os responsáveis pelo conglomerado querem deixar claro que a ocupação do Brasil é definitiva, não pensam em tirar as patas daqui tão cedo. O local – Cinelândia – é emblemático na história das lutas populares. Todo e qualquer vestígio de história, dessa história, vai ser varrido por Barack Hussein Obama.

A favela Cidade de Deus será visitada num gesto caridoso pelo terrorista Barack Hussein Obama. Seus assessores, a comitiva tem perto de mil pessoas, certamente distribuirão balas, pirulitos, e bandeirinhas norte-americanas para serem agitadas assim que o assassino de crianças afegãs pisar ali (semana passada um general norte-americano no Afeganistão pediu desculpas às famílias das crianças por conta de um bombardeio equivocado, foram quarenta ao todo).

O governo da nova colônia já foi instruído a reprimir toda e qualquer manifestação contra Barack Hussein Obama e as tevês proibidas de veicular imagens de eventuais protestos de brasileiros inconformados com a transformação do país em colônia.

Obama leva o pré-sal disfarçado em acordos – tipo aqueles das letrinhas miúdas – assina uma série de documentos orientando a “presidente” a como proceder no futuro.

Nas reuniões preparatórias para a “festa” na Cinelândia houve quem lembrasse o velho Abelardo Barbosa – Chacrinha – e sugerisse farta distribuição de bacalhau, já que o próximo feriado prolongado é o da semana santa. A idéia não foi aceita, a maior parte acha preferível gastar esse dinheiro suplementando bancos dos EUA que deram o golpe em milhões de cidadãos do conglomerado, tomando suas casas e agora se acham em sérias dificuldades (de mentirinha, o conglomerado já os socorreu).

A hipótese de apresentação de vários artistas não está afastada e a GLOBO pronta para uma exibição ao vivo – em telões – do BBB-11. Debaixo do edredon um casal mostrará a Obama os segredos do bordel em família.

Um cartaz está sendo afixado em diversos pontos da cidade do Rio de Janeiro convidando os nativos a comparecerem ao local e a ouvirem o discurso do novo dono.

No site VI O MUNDO, em http://www.viomundo.com.br/politica/paul-krugman-outro-inside-job.html é possível encontrar o trabalho de Paul Krugman sobre os métodos do conglomerado em relação a mortais comuns, isso nos EUA. Foi publicado originalmente no NEW YORK TIMES, que ainda que insistam em desmentir ou tentar ocultar, é um jornal editado na cidade de New York.

Um dos itens mantidos em segredo nas ordens que serão transmitidas à “presidente” Dilma Serra Roussef está a privatização da previdência social. Empresas do conglomerado querem tomar conta do negócio e com o dinheiro daqui tampar o rombo de lá. Dilma vai jogar o verde da redução da jornada de trabalho para colher o maduro da privatização da previdência.

Esse era um dos acordos feitos entre FHC e os investidores norte-americanos em Foz do Iguaçu à época da campanha eleitoral.

Como sempre as versões oficiais, as notas conjuntas virão recheadas de linguagem diplomática falando em colaboração, amizade histórica, coisas do gênero.

O discurso de Obama na Cinelândia será uma das peças de sua campanha eleitoral em 2012, quando tentará se manter à frente do conglomerado terrorista.

Obama vai exibir a CONQUISTA DO BRAZIL como seu grande trunfo e mostrar todo o potencial que a nova colônia representa para a matriz.

O]o processo de convencimento dos nativos que assim será melhor ficará a cargo da GLOBO e mídia privada. Iremos virar mexicanos e breve um grande muro para impedir o ingresso de brasileiros nos EUA (exceto Jobim, Moreira Franco, Anthony Patriot, etc) estará erguido em nossas fronteiras, mesmo que não tenhamos, como não temos, fronteiras com a sede. Mas, acaba sendo um grande negócio para empreiteiros.

No programa MANHATAN COLLECTION (que ninguém assiste desde que Paulo Francis morreu) na edição do próximo domingo deverão ser espocadas champagnes comemorativas da conquista do Brazil.

Por enquanto só está faltando Pelé e a bateria de uma escola de samba.

Seria a dupla ideal, dois brancos engraxados com graxa preta no vasto mundo do conglomerado terrorista EUA/ISRAEL TERRORISMO S/A.