quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Continuação do FILIZ NATALi

Se vire num cão chupando manga e mêta o pé na carreira, pois pra
gente conseguir o que quer, tem é Zé.
Lembre que pra ficar estribado é preciso trabalhar. Não fique só frescando.

Í Sobre o amor
Não fique enrolando e arrudiando prá chegar junto de quem você
gosta. Tome rumo, avie, se avexe
Dê um desconto prá peste daquela cabrita que só bate fofo com você.
Aperreia ela. Vai que dá certo e nasce um bruguelim réi amarelo.
Você é um corralinda. Se você ainda não tem ninguém, não pegue
qualquer marmota. Escolha uma corralinda igual a você.
Não bula no que tá quieto. Num seje avexado, pois de tanto coisar
com uma, coisar com outra, você acaba mesmo é com um chapéu de touro.
As cabritas num devem se agoniar. O certo é pastorar até encontrar
alguém pai d'égua. Num devem se atracar com um cabra peba, malamanhado
e fulerage. O segredo é pelejar e não desistir nunca. Num peça pinico
e deixe quem quiser mangar. Um dia vai aparecer um machoréi da sua
bitola.

Í Sobre o trabalho
Trabalhe, num se mêta a besta. Quem num dá um prego numa barra de
sabão num tem vez não.
Se você vive fumando numa quenga, puto nas calças e não agüenta
mais aquele seu chefe réi fulerage, tenha calma, não adianta se
ispritar.
Se ele não lhe notou até agora é porque num tá nem aí se você rala o
bucho no trabalho. Procure algo melhor e cape o gato assim que puder.
Se a lida não está como você quer, num bote boneco, num se aperreie
e nem fique de lundu. Saia com aquele magote de amigos pra tomar uns
merol.
Tome umas meiotas e conte uma ruma de piadas que tudo melhora.


Í Sobre a sua vidinha
Você já é um cagado só por estar vivo. Pense nisso e agradeça a Deus.
Cuide bem dos bruguelos e da mulher. Dê sempre mais que o sustento,
pois eles lhe dão o aconchego no fim da lida.
Não fique resmungando e batendo no quengo por besteira. Seje macho
e pense positivo.
Num se avexe, num se aperreie e nem se agonie. Num é nas carreira
que se esfola um preá.

Í Arrumação motivacional
No forró da entrada do ano, coma aquela gororoba até encher o
bucho. É prá dar sorte, mas cuidado, senão dá gastura.
Tome um burrim e tire o gosto com passarinha ou panelada que é prá
num perder a mania.
Prá começar o ano dicunforça:

Reflita sobre as besteiras do ano passado e rebole no mato os maus
pensamentos.
Murche as orêia, respire fundo e grite bem alto:

Sai mundiça !!!

Agora é só levantar a cabeça e desimbestar no rumo da venta que vai
dar tudo certo em 2012,
Afinal de contas você é NORDESTINO.

E para os que não são da terrinha, mas são doidim prá ser,
nosso desejo é que sejam tão felizes quanto nós.
 
Peeeeennnnse num ano que vai ser muito bom.
Respeite como vai ser pai d’égua esse 2012

Recebi do amigo Marcelo e repasso para os amigos, nordestinos ou não, mas, BRASILEIROS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.