sábado, 7 de agosto de 2010

O PT em duas definições, qual é a mais exata?

"O PT é um partido orientado por intelectuais que estudam e não trabalham, formado por militantes que trabalham e não estudam, comandado por sindicalistas que não estudam nem trabalham e suportado por eleitores que trabalham pra burro e não têm dinheiro pra estudar".
Genial! O autor deve conhecer muito bem a pretralhada
Completado pelo texto de Júlio.
 O Autor conseguiu sintetizar perfeitamente o quadro de degradação ética e moral imposto por dirigentes partidários, transformados em gigolôs dos cofres públicos, que conseguiram transformar o antigo PT, orgulho de uma militância que fazia questão de ostentar nas ruas sua opção partidária, por entender que pertencia a ÚNICA legenda verdadeiramente ética e séria da política brasileira, em uma sigla tão manchada pela desonra quanto aquelas que fazia questão de criticar de forma tão ácida, fazendo com que seus antigos militantes, encabrestados por uma direção partidária fascista, tenham ao longo dos anos tendo de escolher entre duas opções: 1)Dar um basta às imoralidades cometidas pelo PT, em uma clara demonstração de que não compactuam com as imoralidades impostas pela direção partidária, e buscar abrigo em outras legendas, ainda não cooptadas pelo neoliberalismo, tal como o PT, definitivamente, foi; 2) Continuar no PT, deixando-se comprar pelas benesses oferecidas em troca do seu irresponsável silêncio. É triste ver tantos petralhas, que tiveram coragem de enfrentar o regime militar, capitularem ante boas propostas de se locupletar com migalhas do poder.

Júlio Ferreira
Recife - PE

A outra


Ambas estão corretas, sintetizando:
         Homens íntegros não fazem parte de quadrilhas, não se deixam levar por migalhas de poder.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.