quarta-feira, 8 de outubro de 2008

SEM REPRESENTANTES UM OVA. AGORA SOMOS NÓS O POVO

Sem representante político.Também o mal não é tão grande ou a perda irreparável.
O povo brasileiro, pelo menos os que têm consciência e conhecimento da "lisura" das ações dos políticos, provam milhares de processos correndo na justiça por roubop do dinheior público sabem que organizada uma comunidade tem muito mais força que um vereador.
Comunidades civilmente organizadas recebem mais atenção do segmento empresarial que desorganizada e representada por um polítco que só visa sua promoção pessoal e formação do seu pé de meia.
Muitas vezes um político suja uma comunidade no panorama estadual ou federal, a prova disso é que durante a definição do CEP de Pontezinha muitas vezes foi perguntado: Tem algum político metido nisso? Como a resposta sempre foi não, a coisa andou melhor, pois um político faria uso disso para sua promoção.
Mesmo tendo ficado sem um representante na câmara Pontezinha não perderá sua voz, tem entidades e cidadãos que a defenderão a qualquer custo, para tanto urge que nos aliemos, nos organizemos e mostremos aos políticos que unidos somos muitas vezes mais fortes que um vereador ou dois.
Alguém me responda, qual prefeito quer ver sua administração colocada em cheque todos os dias nos jornais e atos públicos?
Quais vereadores deixarão de atender uma entidade que reune um, dois ou três mil cidadãos documentados e reunidos em torno de uma só pedido?
A negação a uma solicitação dessa massa políticamente organizada remete a perda de votos e todos sabemos, político para não perder um voto vende a mãe.Temos, se desejamos melhorias fortalecer nossas entidades civis organizadas pricipalmente as apolíticas pois estas são tidas como de maior credibilidade.
Vamos nos unir, organizar e gritar nossas revindicações, vamos buscar o que perdemos por anos a fio colocando nas mãos de vereador ou prefeito que nunca nos deram a devida atenção. SOMOS FORTES, eles vão ver.

terça-feira, 7 de outubro de 2008

E tu Pontezinha?

E tu Pontezinha, já esquecida por quase todos os executivos, sofredora por tua posição divisória, feliz com as esmolas que te são deixadas nos finais de mandatos ou próximo às eleições, a quem recorrerás agora?
Tua insanidade te deixou sem representantes na câmara, talvez alguma manobra política leve algum dos teus para lá.
Estarás muda d'agora em diante?
Creio que não! Tens filhos ou pelo menos acolhidos que te são gratos pelo abrigo que querem e desejam teu progresso e o progresso dos teus filhos.
Melhores dias, melhores oportunidades.
Não escutastes o clamor dos que te querem bem, não pesastes bem a oportunidade de teres duas cadeiras nas decisões políticas do município, quiçá não te arrependas.
Tens representantes, defensores, que não medem esforços nem buscam proveito, querem o proveito coletivo, pois, de nada adiantam três ou dez bem demais enquanto quinze mil padecem.
Tens teus defensores, breve ouvirão as vozes destes que nunca te abandonarão breve o cerne do município ouvirá a voz de Pontezinha.
Não precisas de defensores que só olham para ti de quatro em quatro anos.
Pontezinha! Têm quem te ame todos os dias e te defenda todas as horas.
Aguarda. Pontezinha falará e se fará ouvir.