sábado, 12 de julho de 2014

BRASIL! O PAÍS DO FUTURO

De nada adianta trocar farpas defendendo este ou aquele candidato, afinal, verdadeiramente só saberemos se acertamos na escolha depois que dermos a ele (seja qual for) direito de nos representar. Queres conhecer um homem "ou mulher", dá-lhe poder e dinheiro, antes disso jamais saberemos. Porém uma coisa é certa os que passaram já mostraram o que são, os que estão nos mostram e os que virão mostrarão. Na verdade o que nos falta é o conhecimento dos nosso direitos e a invés de os criticar evitar nos igualarmos a grande maioria, fazemos isso quando vendemos nossos votos. E por não usamos sequer 50% dos direitos constitucionais que nos são concedidos pagamos por este erro por quatro anos. Como pagamos e pagamos muito caro posso afirmar: Político não é autoridade, é um empregado muito bem pago por nós e a constituição nos dá o direito de demitir o empregado ruim bastando para isso 1% dos eleitores exigir sua saída. Se as leis constitucionais não são cumpridas, cabe a autoridade maior do país tomar o leme do barco, Nem supremo, TSE, TREs, congresso, o executivo ou mesmo as forças armadas podem impedir que se cumpram as leis. Lugar de ladrão é na cadeia ou debaixo da terra. Se somos, por erro de escolha governado por ladrões e corruptos, convoquemos aqueles que trabalhamos pagar estudos, práticas e ações para nos atender nas horas necessárias, eles devem isto ao patrão, são cidadãos patriotas armados que defenderão o patrão e consequentemente tudo que é formado por ele, sem ele não existiria a pátria a alma de um povo que se orgulha dos seus antepassados, de suas lutas e conquistas, tudo gira em torno do povo, o patrão! Visto; aprendamos a contratar empregados, demitamos os que já mostraram saber fazer mais roubam, os que não sabem e enganam, os covardes e apátridas. Assim um dia deixaremos de ser o país do futuro, seremos o agora. Até hoje arrecadamos mais de 864 bilhões de reais, somos donos do pulmão do mundo, somos o maior produtor de carne e franco do continente, quiçá do mundo, todos os anos batemos recordes na produção de grãos, somos a 7ª economia do mundo, já poderíamos ser a quinta se não nos roubassem tanto, mesmo assim, sendo uma das maiores economias, temos analfabetismos, fome, morremos nas portas de hospitais ou dentro deles por falta de equipamentos e médicos, não temos estradas, segurança ou ensino de qualidade, chegaremos fácil a celeiro do mundo. Mais nunca deixaremos de ser o país do futuro. Tudo isso por apenas uma coisa, nós, povo continuamos cometendo o mesmo erro de um povo do passado, escolheram Barrabás e crucificaram Deus. Assim continuamos nós, coroamos ladrões e enterramos possibilidades reais de mudança porque como povo nos equiparamos aos ratos que nos representam. Este foi, é e será a causa de muita desgraça que ainda viveremos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.