quinta-feira, 15 de novembro de 2012

MATÉRIA DO BLOG "PUTEIRO NACIONAL" A CASA DA MÃE JOANA

Morram ou sejam honestos para sempre
 Por estarem julgando ladrões engravatados, como é o caso do MENSALÃO, descobriram (Oooooooh!!!) o que se sabe há saecula saeculorum: nem as baratas cascudas suportariam a vida nos presídios brasileiros.
Ao afastar a possibilidade de nossos imundos presídios servirem como escola de comportamento, podemos, então, dar um conselho: evitem fazer o que os levaria para lá, já que não podem esperar que seu caráter os garanta.


"Nós temos realmente um inferno nos presídios" - frase de Gilmar Mendes, ministro do STF, ao concordar com outro ministro, Dias Toffoli.

Ao "descobrirem", enfim, o horror dos presídios brasileiros, os ministros que pagamos para trabalhar no STF criticaram as condições dos presídios nacionais. Como são horrendos - o que não sabiam até agora, ou se sabiam não importava a eles - os ministros pagos por nós para trabalhar no STF resolveram que o ideal seria aplicar multas ao invés de manter presos os MENSALEIROS.
"Estou aqui a justificar, senhor presidente, as razões pelas quais eu tenho,
no que diz respeito às penas restritivas de liberdade,
uma visão sem medo de dizer o que eu penso, mais liberal.
"Prisão restritiva de liberdade combina com o período medieval",
Gilmar Mendes
 
Em suma, NOSSOS magistrados passaram a debater sobre a importância de cobrar multa dos MENSALEIROS ao invés de colocá-lo atrás das grades.
 Ora, bolas! Então que roubem galinhas!
Ou dêem a eles um revólver para que possam se suicidar.
("preferia morrer", ministro da Justiça José Eduardo Cardozo)
 
COMENTÁRIO ALBERTO FIGUEIREDO
 


Discordo em gênero número e grau com os ilustres ministros (ilustres até agora, pode mudar bem rápido).

Plagiando vossas palavras: "Nós temos realmente um inferno nos presídios", dizem isto porque os senhores têm segurança especial paga por nós estes imbecis que vivem presos dentro de suas casas, gradeadas por medo de tê-las invadidas por algum desses rapazes ressocializados que os ilustres colegas de vossas excelências libertam mesmo sabendo que o sistema de ressocialização do Brasil faz exatamente o contrário.

No inferno vivem os homens e mulheres honrados desse país. Os ilustres senhores deveriam ter o mínimo de coerência ao fazer afirmações desse tipo. O povo brasileiro esta passando por este massacre por falta de ações claras, objetivas e firmes de homens que recebem em um mês o que um brasileiro normal jamais receberá em vinte anos de vida. Para mim, este brasileiro que difere de alguns outros por não aceitar a falta de caráter moral, honra e patriotismo de outros permitam que seus irmãos sejam aniquilados por ladrões, criminosos e escroques que os senhores conhecem, sabem, mais não tem a coragem necessária para evitar. Poder tem! Não fazem porque lhes falta vergonha. E como 70% dos brasileiros são tão safados como os homens que os dirigem aplaudem e se calam ante tanta safadeza este estado de coisa haverá de perdurar.

Um brasileiro, pernambucano de sessenta e dois anos de idade, escolaridade mediana, baixinho, mais que se fosse ministro do supremo, já teria nem que fosse debaixo de bordoada obrigado os demais a pedir intervenção.

Quantos mais precisarão morrer para que as faça alguma coisa concreta, estão esperando receber ordens?

Se assim for, rasguem de vez este livro de chamam de constituição e que os senhores juraram defender, se brasileiros estão morrendo por erros existentes nela que se passe por cima, Uma constituição que não dá as autoridades direito de defender os cidadãos de bem da nação não merece ser obedecida.    

Se, dizer a verdade "neze paiz" tão acostumado a mentiras e falsidades der cadeia, procurando evitar que outro cidadão ou cidadã seja prejudicado, basta enviar um email: Apresente-se a delegacia de polícia mais próxima, assim será feito, mesmo sabendo ser injusto, pois se Lula permitiu que seus lacaios roubando promovessem a morte de  milhões de brasileiros por falta de segurança, atendimento de saúde entre tantas outras continua solto, porque apenas por dizer o que os senhores não querem ouvir eu serei?

Mais que seja feita a vontade dos honrados homens guardiões da constituição.

Alberto José Cavalcanti Bastos de Figueiredo

RG: 858.428 - SSP / PE

Cabo de Santo Agostinho - Pernambuco
"UM BRASILEIRO QUE JAMAIS ACEITARÁ CALADO QUE HOMENS HONRADOS SEJAM MASSACRADOS POR BANDIDOS, SEJAM SIMPLES RATOS DE PORÃO OU TOGADOS".

 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.