sexta-feira, 15 de agosto de 2014

SEGURANÇA, PRIORIDADE. PMPE E SDS /CABO JUNTAS

A PMPE (Capitão Canel) 
e a SDS/CABO (Capitão Leandro) , convocaram proprietários dos boxes da Praça Joaquim Nabuco e das áreas adjacentes para um debate visando adequação as normas de segurança e leis municipais, do setor, na sede do Conselho Social dos Moradores de Pontezinha.
Como sempre a maioria não valoriza esta iniciativa dos órgãos dos órgãos de segurança. Menos da metade deles compareceu, no entanto a reunião foi considerada positiva e produtiva.
Foram entre outros assuntos debatidos entre a segurança e os comerciantes assuntos como:
a) Aumento do n[úmero de assaltos
b) Poluição sonora
c) Venda de bebidas e permanência de menores em bares
d) Consumo de drogas/álcool
e) O problema das cinquentinhas
f) Quadro de luz dos boxes
g) Horário de funcionamento
h) Falta de segurança
g) Iluminação pública
h) O desrespeito de motoristas ao recinto da igreja católica que colocam seus veículos na área com malas abertas e sons estridentes impossibilitando inclusive o recolhimento dos fiéis nas horas de missas.  
A reunião gerou compromisso da secretária da Defesa Social em buscar atender as demandas inclusive intermediando com outras secretarias problemas fora de sua alçada mais, relevantes no contesto cidadania principalmente com referencia a falta de remédios e a inconcebível regra que proíbe o posto médico de sacramento fornecer medicamento a moradores registrados no posto Santa Rosa e vive-versa, como se todos não fossem cidadãos e principalmente contribuintes.
Por sua vez tanto a PMPE quanto a SDS deixaram a cargo do Conselho a informação sobre tudo que foi debatido na reunião em forma de ata e ofício da entidade para que tenha seus efeitos.
A pedido do Secretário da defesa, capitão Leandro muitas das demandas serão enviadas a ele para que busque solução junto a outras secretárias inclusive sobre o problema do preço das passagens  Pontezinha/Ponte-Ponte/Pontezinha que deve ser obedecida como de R$1,00- desde que o usuário evite ultrapassar a catraca.
Um dos pontos mais debatidos foi a questão de segurança de dos pedestres, com ênfase aos estudantes na entrada da Escola Vila João de Deus.
Foi solicitada uma lombada física na área dos supermercados.
Como todos nós sabemos não é apenas em Pontezinha que existe a carência de efetivo policial mais unidas PMPE e SDS, podem oferecer um serviço mais eficaz a população, não esquecendo no entanto que a polícia não tem bola de cristal e trabalha com dados e estes são fornecidos pela população.                       
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.