quarta-feira, 2 de julho de 2014

NA CONVENÇÃO EM RECIFE, LULA PEGA EM LANÇAS, PREGA O ÓDIO ENTRE CLASSES

Lula
Ao comentar ataques a Dilma, Lula fala em "ódio de classes" e ameaça guerra: "eles não sabem do que somos capazes".Veja.
O jornalista Josias de Souza relatou e comentou em seu Blog na UOL, recente evento em o ex presidente Lula abordou as recentes hostilidades que têm se abatido sobre a presidente Dilma.
Em tom beligerante, Lula fala em "ódio de classes", culpa as "elites" e faz uma aparente ameaça: "se eles tentaram duas vezes me derrotar e não me derrotaram..., se eles não evitaram a gente te eleger, quando ninguém te conhecia, eu vou te contar uma coisa: eles não sabem o que nós seremos capazes de fazer, democraticamente, para fazer com que você seja a nossa presidente por mais quatro anos nesse país". Ademais, Lula comentou que tem medo de "ficar radical demais" e "perder o bom senso", além de afirmar que os militantes devem responder "meias palavras" com palavras inteiras".
 
O vídeo abaixo registra os discursos que Lula e Dilma pronunciaram num ato partidário em Recife. (como sempre mentiras, bravatas, ameaças, ódio e compromisso com o comunismo).
 
 
Assiste-se na peça a uma tentativa de Lula de transformar o xingamento que as arquibancadas do Itaquerão dirigiram a Dilma, no jogo de abertura da Copa, numa espécie de declaração de guerra eleitoral. Sem mencionar-lhes os nomes, o orador insinuou que os antagonistas da presidente da República, tramam alvejá-la, "com mentiras e preconceitos". Em timbre bélico, prometeu reagir.
Falando para cerca de 2.500 militantes e políticos, Lula pegou em lanças.
 
Num dos surtos de loquacidade que costuma acometê-lo, sempre que se depara com um microfone e uma platéia, Lula voltou a seu tema compulsivo: "as  "elites". Guiando-se por autocritérios, ele falou de um Brasil maravilhoso. Um país habitado por um povo que, içado da miséria nos últimos 11 anos, é basicamente feliz. Nessa nação dos sonhos, o único pesadelo são as "elites". Elas não se conformam de ter que dividir o avião e as mesas dos restaurantes com os ex pobres.
 
Segundo Lula, foi essa gente que, insuflada pela oposição e pela imprensa, que xingou Dilma no estádio. "Essa campanha esta correndo o risco de ser uma campanha violenta", disse o morubixaba do PT. "A elite brasileira esta conseguindo fazer com  o que nós nunca conseguimos: despertar o ódio de classes. Ela está conseguindo fazer com que o ódio tome conta de uma campanha".
 
Lula recolocou em pé uma velha tática do "nós" contra "eles". Fez isso sonegando nomes às câmeras. Voltando-se novamente para Dilma, disse que seus rivais "não0 medirão esforços para a quantidade de mentiras e preconceitos que vão contar contra a senhora". Mas encontrarão uma infantaria boa de briga.
"O que a senhora tem que ter certeza - e nós temos que dizer alto e bom som - é que, se ofenderem a Dilma, estará ofendendo a cada um de nós. E nós temos a obrigação de reagir e não permitir. Não é uma briga dela, é uma briga de um projeto. É um projeto de inclusão social contra um projeto de marginalização social... É por isso que essa briga é nossa, e não dela. Ela é apenas a nossa porta voz, é apenas a pessoa que estará à frente desta campanha".
 
4 de julho Independence Day
 
"Só para lembrar... estamos vivos! Estamos nas ruas e de olho em tudo! Aos desavisados, aos que desejam o caos, aos que ferem a Constituição Federal, aos que minam por decreto espúrio a democracia brasileira... Lembramos que estamos mais vivos do que em 64 e que nenhuma ideologia é capaz de "fazer as cabeças" dentro das Forças Armadas Brasileiras... O tranco vai ser forte e quem não acreditar é bom começar a orar! Podem se preocupar, podem se desesperar aqueles que, políticos ou não, permitiram que a Nação chegasse ao atual estado de degradação político institucional".
 
"Não queremos choros e lamúrias, não queremos arrependimentos e anistias... Preparem-se e não digam que não foram exaustivamente avisados! O recado está dado!"
 
 Palavras duras, de alerta e de aviso aos canalhas, corruptos e traidores da pátria. Cuidado, pois os homens dos botões dourados já marcham nas ruas.
 
 FHC passou mais de duas horas em uma reunião de portas fechadas com o “linha dura” e democrata, o General do Exército do Comando Militar do Sudeste,  João Camilo Pires de Campos FHC saiu de reunião com o semblante nervoso e tenso. O que será que o General linha-dura e de quase dois metros de altura e olhar direto disse para FHC?   Seria o Decreto de Dilma que extingue o Congresso nacional o motivo da reunião?   Se o Decreto 8.243 for aprovado teremos um governo que governará o país por meio de decretos e através de assembléias bolivarianas.    A democracia seria totalmente extinta e a nação inteira estaria sob uma ditadura do proletariado. O clima é o mesmo de 1964, quando o governo de João Goulart exercia um forte domínio sobre os movimentos revolucionários. Quando Jango   incentivou as greves e fez ameaças à democracia. Quando Jango espalhou e insuflou o ódio na sociedade no intuito de gerar um conflito de classes. Quando Jango promovia discursos insanos e dementes incentivando a desapropriação e a invasão de terras e empresas.    (PARECE QUE ESTÃO FALANDO DE HOJE !!! )
 
 Dias atrás em um programa de televisão, o apresentador Ratinho disse em bom tom: "Cuidado com os homens de botões dourados!".
 
 Já Fernando Gabeira foi mais objetivo e disse: "Esquerdistas! Cuidado que a Polícia está chegando!" Seriam estes sinais de alerta para aqueles que zombam do povo e da justiça? O que estaria realmente acontecendo por trás das cortinas do poder que ainda não sabemos?
 
 Há exatamente 25 dias Fernando Henrique Cardoso disse que os brasileiros não sabem o risco que correm. A preocupação de FHC com certeza tem algo em relação a uma possível reação militar do Alto Comando do Exército. Não faz muito tempo e outro General Valmir Fonseca Azevedo   disse que o Brasil corria o sério risco de uma guerra civil e que aqueles que não acreditassem em uma ação militar seriam melhor se colocarem de joelhos ou irem para Cuba, pois muita gente poderia ser fuzilada em praça pública, um recado direto para os corruptos e traidores da pátria que se escondem por trás da democracia, ou melhor, dizendo: Os caras vermelhas do PT. O General Valmir Fonseca Azevedo não está na ativa, mas tem uma grande influência dentro do Alto Comando Militar. Também de linha duríssima, o General não poupa o governo comunista de Dilma Rousseff e, escreveu inúmeros artigos contra os desmandos do governo para a Revista Militar. Para Gabeira, um ex-terrorista e ex-comunista dizer o que disse e para FHC pedir uma reunião conjuntamente com o General João Camilo é sinal de que alguma coisa muito séria estaria ocorrendo nos bastidores do país. No curral do PT os porcos já chafurdam suas cabeças entre os próprios excrementos e na falta de coragem passarão a comê-los como última refeição. A hora do pau estaria chegando!
 
 No Brasil dos corruptos e bandidos políticos, ainda há patriotas que ostentam o brasão da justiça, da dignidade, da honra e da moral. Que venha o que vier, pois o povo patriota estará sempre do lado da Lei e da Ordem. O Brasil se cansou de "ismos", comunismo, socialismo, liberalismo, modernismos e "ismos" e mais "ismos". O Brasil se cansou das roubalheiras, se cansou da corrupção, se cansou de politicagem, se cansou de políticos safados, de políticos corruptos, de Juízes vendilhões, de marginais que se escondem por trás da democracia. O Brasil se cansou de comunidades controladas e dominadas por marginais do tráfico, se cansou das drogas, da vagabundagem, se cansou dos bandidos, dos menores infratores, da violência urbana, das invasões de terras, da violência e da destruição familiar.
 
 O Brasil se cansou da pedofilia, dos estupros incentivados pelo governo, da homofobia, do gaysismo, do coitadismo, do racismo. O Brasil se cansou da impunidade política, da corrupção da Justiça vendida, das obras superfaturadas, das obras inacabadas, dos crimes de Lesa pátria, dos rombos nas contas do governo, nos saques bilionários nas estatais, nos escândalos na política, das conspirações, dos crimes cometidos pelo governo contra o povo brasileiro, do inchaço do governo que onera o Estado brasileiro em bilhões de Reais. O Brasil se cansou das maracutaias, das lavagens de dinheiro, dos mensalões, dos propinodutos, dos desvios de verbas, das obras financiadas pelo governo do PT com dinheiro do povo brasileiro para beneficiar países comunistas e então, ligados ao Foro de São Paulo. O Brasil se cansou de traição, de mentiras, das farsas, das pesquisas compradas, da mídia corrompida, da liberdade controlada, da censura velada, das perseguições, do policiamento do Estado, dos projetos empurrados com a barriga, de obras inacabadas e inauguradas oficialmente pela "cara de pau" e pela horda de canalhas que só pensam no poder. O Brasil se cansou de tanto atraso, se cansou da falta de saúde, de hospitais decentes, de escolas decentes, de ensino de qualidade, de segurança pública, de estradas asfaltadas e bem cuidadas, de portos modernos, de aeroportos seguros e eficientes, de saneamento básico em todas as regiões deste país, de qualidade de vida e de projetos que realmente desenvolvam esta nação de milhões de brasileiros. 
 
O Brasil está cansado, enojado, furioso, revoltado. O recado está dado, se preparem, pois haverá ranger de dentes!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.