terça-feira, 22 de abril de 2014

A CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES ESTEVE EM PONTEZINHA, A CÂMARA ITINERANTE.


 
 MAIORIA DOS VEREADORES COMPARECERAM
 
 
SE A COMUNIDADE TIVER O DIREITO A FALA ESTAS SERÃO MINHAS PALAVRAS COMO CIDADÃO, PORTANTO, FAZENDO USO NO MEU DIREITO CONSTITCIONAL E COMO REPRESENTANTE DE UMA ENTIDADE SOCIALMENTE ORGANIZADA. O DIREITO FOI DADO E O PRESIDENTE FALOU SOBRE DIVERSAS PERDAS DE PONTEZINHA.
  PARAVRAS DO PRESIDENTE
1)     ANTES DE TUDO E APROVEITANDO A PRESENÇA DOS NOBRES VEREADORES QUE PODEM CONTESTAR MINHAS PALAVRAS CASO NÃO PAUTEM A VERDADE, PEÇO E AGRADEÇO A ATENÇÃO.
 
2)     O Conselho Social dos Moradores de Pontezinha apesar de ser uma entidade de interesse social Lei 2.368/2006, não recebe subvenção ou ajuda seja da prefeitura ou políticos, sobrevive das mensalidades de seus associados (R$350/400,00 – mês). O Presidente não recebe qualquer remuneração e ao contrário do que muitos alardeiam em ruas e bares afora não ganha dinheiro para isto, é um trabalho voluntário e, se passa pela cabeça de alguém que existe (pelo menos em mim) intenção em um dia ser vereador, engana-se.
3)     Vamos ao que interessa: Dizer que Pontezinha está abandonada chega a ser redundante não se abandona o que não existe.
4)     Pontezinha aparece apenas nos perfil interno quando o município envia informações ao Estado ou União, Pontezinha não aparece.
5)     Quando aqui cheguei a 28 anos Pontezinha tinha: Feira livre, Posto policial, escritório da COMPESA (que servia também Ponte dos Carvalhos), nesta época deveria existir em Pontezinha uns 12.000 habitantes fizemos e continuamos fazendo vereadores, prefeitos, deputados.
6)     Hoje! Não temos nada disso, os nobres vereadores sabem e o que fizeram para evitar o fechamento ou extinção desses serviços na e apara a comunidade?
OS VEREADORES SE COMPROMETERAM EM ANALISAR AS QUESTÕES LEVANTADAS, INCLUSIVE ACHANDO-AS JUSTAS E SE COLOCARAM AS DISPOSIÇÃO DA COMUNIDADE. 
7)       Hoje somos 27.000 habitantes, portanto, com uma população maior que 104 municípios (municípios não falei distrito) do Estado de Pernambuco e sequer existimos para o mundo. Até quatro anos atrás não tínhamos CEP, lutei muito, pedi ajuda aos vereadores da época, senadores etc, nada consegui. Até o dia que ao falar por telefone com o Senador Marco Maciel e este me dizer que era oposição às coisas ficavam muito difíceis. Então respondi: Obrigado e desculpe ter incomodado vossa excelência. Por falar nisso o senhor sabe onde fica Pontezinha? E ele me respondeu: Claro! Fiz um discurso de campanha lá. Então eu lhes disse: O senhor é mesmo um gênio discursou num lugar que não existe, se me mostrar num mapa, seja do Estado ou do país, esta localidade, até morrer votarei no senhor e desliguei o telefone. Deixando de lado a ajuda sempre forte e firme dos representantes do povo, entrei em contato com regional e central dos correios (Recife e Brasília, respectivamente) e para minha surpresa sabem por que não tínhamos CEP? Porque Ponte dos Carvalhos aparecia na central de endereçamento dos correios como município e Pontezinha seria apenas um bairro deste.
8)     Muita gente diz que esta conquista teve outros autores, por isso esta aqui. Para quem desejar comprovar, e-mail da central dos correios dizendo “quem é o pai da criança independente de ligações políticas.”
9)     A prefeitura esta exumando o OP, nós já vimos este filme (fui delegado da peça), e até mesmo a obra prioritária aprovada em Pontezinha jamais foi feita e tenho certeza que estas obras foram alvo de muitas solicitações a vários representantes do povo nesta e noutras gestões.  Rua da Juventude, N. S. do Carmo,

Areal, e retirada da barreira entre as ruas 21 de abril e Coqueirinho, inclusive promessa de campanha de um cidadão que foi eleito e reeleito (Se eleito a primeira providencia em Pontezinha é tirar esta barreira. (promessa cumprida? A barreira continua lá))   
10)  Todos os dias como presidente do Conselho escuto reclamações sobre ao atendimento no CRAS e sou testemunha de prejuízos causados a cidadãos por erro em informações enviadas.
11)  Todos os dias ouvimos reclamação sobre o posto médico.   
12)  A meu ver, (meu ponto de vista particular) Pontezinha esta sendo esquecida propositalmente, instala-se o caos, a total falta de serviços essenciais, então aparecem os salvadores da pátria, fazendo disso cavalo de batalha para a futura emancipação de Ponte dos Carvalhos à cidade e Pontezinha apareça como bairro deste. Deixaremos de ser o rabo do Cabo, portanto o rabo do sétimo maior município (em população) e quarto em arrecadação superior a 5 bi em 2011, HOJE SE AINDA NÃO CHEGAMOS  AOS 5,5 BI ESTAMOS PERTO OU PASSAMOS. (apenas nestes três primeiros meses de 2014 o governo federal já repassou ao Cabo 29.613.766,65) para ser o rabo de Ponte dos Carvalhos. Esta não é solução para nossos problemas e também não quero que recaiam sobre as cabeças dos nossos atuais vereadores, claro que não, o problema é causado por nós cidadãos de Pontezinha, nós escolhemos mal, somos Marias vai com as outras, deixamos de votar nos nossos para votar em gente de fora, qual dos eleitos podem se dizer melhores que Jefferson, Tereza, Tonho 2000 ou outro qualquer? Pelo menos os teríamos aqui, poderíamos estar todos os dias nas portas de suas casas chamando-os de traidores caso traiçoeiramente agissem.
13)  Quando parte das nossas contas de água e energia passarão a ter como endereço Pontezinha – Cabo de Santo Agostinho e não Jaboatão dos Guararapes? De acordo com as empresas basta vontade política.
14)  Por falar em conta de energia, porque nenhum dos nobres representantes do povo e, portanto, guardiões de seus direitos se prontificaram a rever a tabela absurda de cobrança da Contribuição para iluminação pública, que beneficia o pequeno consumidor e o grande, sobrecarregando o intermediário, (quem consome entre 31 e 50kw nada paga – quem consome acima de 1000 portanto, pode consumir até 10.000 km paga o mesmo que um consumidor de 1.000km, é injusto.
1

5)  Por isso solicitei a determinado vereador revisão desta lei, sequer obtive resposta. Deixo apenas uma alerta. Pelos valores cobrados, pelo número de residências fixas, indústria e comercio existente no Cabo, a arrecadação desse valor vai deixar Paris receosa de perder o título de cidade luz. Mas na verdade nossas ruas praças e avenidas são iluminadas por lamparinas        
16)  Outubro vem ai, vamos voltar as urnas para eleger deputados e governadores, pensem, pesem, R$ 200,00 recebidos podem significar um fardo de quatro anos.
17)  Sem direito a espernear, quem vende voto nada pode cobrar do eleito, ele pagou por seu direito, então calem-se e chorem mais quatro anos. 
Durante os debates os vereadores informaram e cobraram também compromisso do povo visto que poucos assistem as plenárias para saber o trabalho que esta sendo desenvolvido na casa Vicente Mendes, dentre estas informaram que o estado enviou 2,7mi, para obras estruturadoras no município, sabendo disso a casa se colocou contra ser todo investimento voltado para a infraestrutura, e foi proposto 50% para saúde o que foi aceito pelos representantes do executivo, inclusive que todo valor deveria ser investido em Pontezinha, o que não aconteceu, hoje eles (vereadores) cobram explicações ao executivo.   
O Presidente (Alberto Figueiredo) questionou junto a alguns vereadores: Nas campanhas vocês gastam milhões com carros de som porque não gastar R$250,00 para fazer circular um deles informando a conquista do povo exortando-o  a cobrança ao executivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.