sábado, 15 de setembro de 2012

LULLA MARAVILHA CHEFIAVA A QUADRILHA DE DENTRO DO PLANALTO

ENQUANTO AO REDOR DO MUNDO OS POVOS LUTAM POR SUA LIBERDADE O BRASILEIRO DE LIVRE E EXPONTÂNEA VONTADE PERDEM A SUA. NÃO CONFUNDAM LIBERDADE COM LIBERTINAGEM. E POR OMISSÃO PERMITE QUE UMA CORJA OS DOMINE 
 
 
POVO QUE ELEGE CORRUPTO NÃO É VÍTIMA É CUMPLICE - Blog: Portugual
 
Corpo e alma do PT!
VOTE NOS CANDIDATOS E NOS ALIADOS DO PT, ASSIM PODERÁ TAMBÉM SER VOCÊ AMANHà
 
PARA COMPLETAR: HOMEM É PRESO EM CURITIBA VENDENDO POSSIBILIDADE DE FRAUDE EM URNAS ELETRONICAS A UMA COLIGAÇÃO - G1
QUEM ACREDITAR EM PAPAI NOEL E FADAS MADRINHAS CREIA NESSAS URNAS.
SE FOSSEM REALMENTE SEGURAS O MUNDO TODO JÁ ESTARIA USANDO, SÓ OS PAÍSES CHEGADOS A DITADURAS, A ADOTARAM.
SE DEPENDER DO VOTO O PT CONTINUARÁ NO PODER  
 
ENQUANTO ISSO O PAI DOS BRASILEIROS APENAS PEDE...
 
 
TÔ AQUI! SÓ COMENDO
 ESPEEERAAAA!!!!

ESTAMOS EM SETEMBRO - O BARCO AFUNDA OS RATOS PULAM E ATIRAM PARA NÃO AFUNDAREM SOZINHOS, FELIZ SETEMBRO NEGRO PARA PETISTAS E ALIADOS
ACHO LINDO OS CARROS DE SOM DOS POLÍTICOS ALARDEANDO:
COM APOIO DO EX PRESIDENTE LULLA E DA PRESIDENTA DILMA, APROVEITA ENQUANTO O POVÃO AINDA ACREDITA NA CORJA.
NÃO ESTAMOS NO GOVERNO DILMA,ESTAMOS NO GOVERNO PTISTA E O PT É A UNIÃO DE TUDO DE PODRE QUE EXISTE NESSE PAÍS.
 
NOTA DO AUTOR DO BLOG: É TUDO MENTIRA: MENSALÃO NUNCA EXISTIU, LULLA NUNCA OUVIU NEM VIU NDA SOBRE ISSO, OS CANDIDATOS ELEITOS DO PT NUNCA RECEBERAM DINHEIRO DO MENSALÃO OU DOCAIXA 2, O GOVERNO PTISTA NUNCA COMPROU APOIO DE PARLAMENTARES SAFADOS, P PT É DIGNO, HONRADO E ÉTICO.
PQP DEPOIS DE VELHO ESTOU FICANDO SAFADO E MENTIROSO  
   
 

ALGUMAS PESSOAS DIGNAS, HONRADAS PERGUNTAM PORQUE TANTO CRITICO O PT.

   
OUTRAS DIZEM QUE INVEJO LULLA POR SER UM HOMEM POBRE E SEM CULTURA QUE CHEGOU AO PODER E TRANSFORMOU O BRASIL, NENHUMAS DAS DUAS SÃO CORRETAS, NÃO CRITICO O PT, ODEIO, NÃO INVEJO LULLA, REPUDIO, POR UMA RAZÃO SIMPLES, NÃO DOU INGÊNUO A PONTO DE UM FDP COMO ELE ME LEVAR NO BICO. UM SAFADO QUE SEMPRE VIVEU À CUSTA DE OTÁRIOS QUE CAIAM NAS CONVESAS E DISCURSOS BEM ELABORADOS, PROVAS NUNCA FALTARAM, MAS É A MESMA COISA DE HOMEM QUE AMA DEMAIS, ACEITA A AMADA ATÉ LEVANDO CHIFRES DE TODA VIZINHANÇA. SE O BRASIL TIVESSE LEIS SÉRIAS E HOMENS HONRADOS PARA FAZÊ-LAS CUMPRIR, LULLA E TODO O STAFF DO PT ESTARIA A MUITO NA CADEIA OU DEBAIXO DA TERRA FUZILADOS POR CRIME DE ALTA TRAIÇÃO A PÁTRIA, PORÉM FALTA HOMEM COM CORAGEM APENAS DE FAZER QUE A CONSTITUIÇÃO SEJA CUMPRIDA, QUE FAÇAM VALER SEUS JURAMENTOS DE A DEFENDEREM COM SUAS PRÓPRIAS VIDAS.

QUE MAIS FALTA PARA QUE TUDO ISSO SE TORNE REALIDADE, QUE LULLA E O PT MANDEM MATAR O OFFICE BOY?

SE ISSO NÃO SÃO PROVAS NINGUÉM JAMAIS SERÁ PRESO NESSE PAÍS POR ROUBO, CORRUPÇÃO, E MANIPULAÇÃO DO PODER.

O BARCO AFUNDA, E ALGUNS RATOS NÃO VÃO QUERER AFUNDAR SÓ, AFINAL, ENTRE GENTE SAFADA, SEM MORAL NÃO EXISTE HONRA.
 
15/09/2012

às 6:01 \ Direto ao Ponto


“O tumor da corrupção impune assumiu dimensões tão perturbadoras que talvez só possa ser lancetado por um quadrilheiro de grosso calibre ─ alguém como Marcos Valério”. Foi esse o fecho do post publicado em 26 de agosto (veja a seção Vale Reprise), que resume num dos parágrafos o que ocorreria se o publicitário vigarista que virou diretor-financeiro da quadrilha do mensalão resolvesse abrir o bico.
“As revelações de Roberto Jefferson abalaram as fundações do governo Lula e devassaram o bordel das messalinas disfarçado de templo das vestais. O teor explosivo das histórias que Valério tem para contar é infinitamente maior. Depois da primeira prisão preventiva, ele avisou mais de uma vez que, se fosse abandonado no barco a caminho do naufrágio, afundaria atirando ─ e tinha balas na agulha tanto para mensaleiros juramentados quanto para Lula”.
Não era blefe, atesta mais uma histórica edição de VEJA. Embora não tenha esgotado seu estoque de segredos, o que Marcos Valério já contou é suficiente para convencer o mais fanático petista de que o mensalão existiu, apertar a corda que envolve o pescoço dos antigos comparsas e devolver o ex-presidente Lula ao olho do furacão que quase o levou para longe do poder em 2005.

As revelações começam já na capa
 Não podem condenar só os mequetrefes. Só não sobrou para o Lula porque eu, o Delúbio e o Zé não falamos” ─ e se estendem pela reportagem de oito páginas assinada por Rodrigo Rangel. Confiram sete disparos de grosso calibre:

“Lula era o chefe”.
“Dirceu era o braço direito do Lula, o braço que comandava”.

“O Delúbio dormia no Alvorada. Ele e a mulher dele iam jogar baralho com o Lula à noite”.

“O caixa do PT foi de 350 milhões de reais”.

“(Depois da descoberta do escândalo), meu contato com o PT era o Paulo Okamotto. O papel dele era tentar me acalmar”.

“O PT me fez de escudo, me usou como boy de luxo. Mas eles se ferraram porque agora vai todo mundo para o ralo”.

“Vão me matar. Tenho de agradecer por estar vivo até hoje”.

A caixa-preta foi aberta. Só poderá ser fechada por meio da violência. Para impedir que o pior aconteça, basta que as autoridades policiais completem o serviço, o Ministério Público cumpra seu dever e o Judiciário inteiro se mire no exemplo dos oito do Supremo.

E AÍ PESSOAL O PT É UMA MARAVILHA O LULLA UM PAI, AGORA VÃO REZAR PARA SALVAR O SAFADO DO PAPAI.
SE ELE NÃO FOR CHAMADO AS RÉDEAS, O BRASIL ASSUME DE VEZ O TÍTULO DE PARAÍSO DOS CORRUPTOS E TERRA DE OTÁRIOS, SEM LEI E JUSTIÇA.
NÃO! EU NÃO INVEJO LULLA OU QUALQUER PETISTA, SOU POBRE, HONESTO E TRABALHADOR, QUALIDADES INACEITÁVEIS NO PT.

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

EU ESTOU FAZENDO MINHA PARTE, FAÇA A SUA TAMBÉM

Uma Urgente Aula de História- (Lúcia Hippólito)
Aula de História
O Futuro do PT
(Lúcia Hippólito)
“Nascimento” do PT:
O PT nasceu de cesariana, há 29 anos. O pai foi o movimento sindical, e a mãe, a Igreja Católica, através das Comunidades Eclesiais de Base.
Outros orgulhosos padrinhos foram os intelectuais, basicamente paulistas e cariocas, felizes de poder participar do crescimento e um partido puro, nascido na mais nobre das classes sociais, segundo eles: o proletariado.
“Crescimento” do PT:
O PT cresceu como criança mimada, manhosa, voluntariosa e birrenta. Não gostava do capitalismo, preferia o socialismo. Era revolucionário. Dizia que não queria chegar ao poder, mas denunciar os erros das elites brasileiras.
O PT lançava e elegia candidatos, mas não "dançava conforme a música". Não fazia acordos, não participava de coalizões, não gostava de alianças. Era uma gente pura, ética, que não se misturava com picaretas.
O PT entrou na juventude como muitos outros jovens: mimado, chato e brigando com o mundo adulto.
Mas nos estados, o partido começava a ganhar prefeituras e governos, fruto de alianças, conversas e conchavos. E assim os petistas passaram a se relacionar com empresários, empreiteiros, banqueiros.
Tudo muito chique, conforme o figurino.
“Maioridade” do PT:
E em 2002 o PT ingressou finalmente na maioridade. Ganhou a presidência da República. Para isso, teve que se livrar de antigos companheiros, amizades problemáticas. Teve que abrir mão de convicções, amigos de fé, irmãos camaradas.
Pessoas honestas e de princípios se afastam do PT.
A primeira desilusão se deu entre intelectuais. Gente da mais alta estirpe, como Francisco de Oliveira, Leandro Konder e Carlos Nelson Coutinho se afastou do partido, seguida de um grupo liderado por Plínio de Arruda Sampaio Junior.
Em seguida, foi a vez da esquerda. A expulsão de Heloisa Helena em 2004 levou junto Luciana Genro e Chico Alencar, entre outros, que fundaram o PSOL.
Os militantes ligados a Igreja Católica também começaram a se afastar, primeiro aqueles ligados ao deputado Chico Alencar, em seguida, Frei Betto.
E agora, bem mais recentemente, o senador Flávio Arns, de fortíssimas ligações familiares com a Igreja Católica.
Os ambientalistas, por sua vez, começam a se retirar a partir do desligamento da senadora Marina Silva do partido.
Quem ficou no PT?
Afinal, quem do grupo fundador ficará no PT? Os sindicalistas.
Por isso é que se diz que o PT está cada vez mais parecido com o velho PTB de antes de 64.
Controlado pelos pelegos, todos aboletados nos ministérios, nas diretorias e nos conselhos das estatais, sempre nas proximidades do presidente da República.
Recebendo polpudos salários, mantendo relações delicadas com o empresariado. Cavando benefícios para os seus. Aliando-se ao coronelismo mais arcaico, o novo PT não vai desaparecer, porque está fortemente enraizado na administração pública dos estados e municípios. Além do governo federal, naturalmente.
É o triunfo da pelegada.
Lucia Hippolito
O PERIGO É O SILÊNCIO
Eu pediria a todos que receberem esse e-mail o favor de ler o texto por inteiro, com calma e atenção e, se puder e entender que seja pertinente, gastar um tempinho, para reenviá-lo a todos da sua lista.
Diamantina, Interior de Minas Gerais, 1914.
O jovem 'Juscelino Kubitschek', de 12 anos, ganha seu primeiro par de sapatos.
Passou fome. Jurou estudar e ser alguém. Com inúmeras dificuldades, concluiu o curso de Medicina e se especializou em Paris.
Como Presidente, modernizou o Brasil.
Legou um rol impressionante de obras e; humilde e obstinado, era (E AINDA É) querido por todos.
Brasília, 2003.
Lula assume a presidência. Arrogante, se vangloria de não haver estudado.
Acha bobagem falar inglês. 'Tenho diploma da vida', afirma. E para ele basta.
Meses depois, diz que 'ler é um hábito chato'.
Quando era 'sindicalista', percebeu que poderia ganhar sem estudar e sem trabalhar - sua meta até hoje.
Londres, 1940.
Os bombardeios são diários, e uma invasão aeronaval nazista é iminente.
O primeiro-ministro W. Churchill pede ao rei George VI que vá para o Canadá.
Tranquilo, o rei avisa que não vai.
Churchill insiste: então que, ao menos, vá a rainha com as filhas. Elas não aceitam e a filha entra no exército britânico; como 'Tenente-Enfermeira', e, sua função é recolher feridos nos bombardeios.
Hoje ela é a 'Rainha Elizabeth II'.
Brasília, 2005.
A primeira-dama (? que nada faz para justificar o título) Marisa Letícia, requer 'cidadania italiana' - e consegue.
Explica, candidamente, que quer 'um futuro melhor para seus filhos'.
E O FUTURO DOS NOSSOS FILHOS, CIDADÃOS E TRABALHADORES BRASILEIROS?
Washington, 1974.
A imprensa americana descobre que o presidente Richard Nixon está envolvido até o pescoço no caso Watergate. Ele nega, mas jornais e o Congresso o encostam contra a parede, e ele acaba confessando.
Renuncia nesse mesmo ano, pedindo desculpas ao povo.
Brasília, 2005.
Flagrado no maior escândalo de corrupção da história do País, e tentando disfarçar o desvio de dinheiro público em caixa 2, Lula é instado a se explicar.
Ante as muitas provas, Lula repete o 'eu não sabia de nada', e ainda acusa a imprensa de persegui-lo.
Disse que foi 'traído', mas não conta por quem.
Londres, 2001.
O filho mais velho do primeiro-ministro Tony Blair é detido, embriagado, pela polícia.
Sem saber quem ele é, avisam que vão ligar para seu pai buscá-lo.
Com medo de envolver o pai num escândalo, o adolescente dá um nome falso.
A polícia descobre e chama Blair,' que vai sozinho à delegacia buscar o filho'.
Pediu desculpas ao povo pelos erros do filho.
Brasília, 2005.
O filho mais velho de Lula é descoberto recebendo R$ 5 milhões de uma empresa, financiada com dinheiro público. Alega que recebeu a fortuna vendendo sua empresa, de fundo de quintal, que não valia nem um décimo disso.
O pai, raivoso, o defende e diz que não admite que envolvam seu 'filhinho nessa sujeira'? ? ?
Nova Délhi, 2003.
O primeiro-ministro indiano pretende comprar um avião novo para suas viagens.
Adquire um excelente, brasileiríssimo 'EMB-195', da 'Embraer', por US$ 10 milhões.
Brasília, 2003.
Lula quer um avião novo para a presidência. Fabricado no Brasil não serve.
Quer um dos caros, de um consórcio franco-alemão. Gasta US$ 57 milhões e,
AINDA, manda decorar a aeronave de luxo nos EUA. 'DO BRASIL NÃO SERVE'.
E você, já decidiu o que vai fazer nos próximos minutos?
Vamos repassar esse e-mail para nossos contatos!
Vamos dar ao BRASIL uma nova chance!
Ele precisa voltar para o caminho da dignidade.
Nós não merecemos o desgoverno que se instalou em nosso País e temos a OBRIGAÇÃO de acordar e lutar antes que seja tarde.
'O que mais preocupa não é o grito dos violentos, nem dos corruptos, nem dos desonestos, nem dos sem ética. O que mais preocupa é o silêncio dos bons.'
Martin Luther King
DIVULGUEM EU FIZ MINHA PARTE...
 

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Quem desejar pode dizer que eu só copio, puderá, quem pode deixar passar uma coisa dessas, obra de arte, parabéns J.R. GUZZO




J.R. GUZZO
Quando o ex-presidente Lula indicou o nome do procurador Joaquim Barbosa para o Supremo Tribunal Federal, em 2003, aplaudiu a si mesmo por mais esse lance da genialidade política que lhe é atribuída. Tornava-se, com isso, “o primeiro presidente deste país” a levar um negro à mais alta corte de Justiça do Brasil ─ o que não é bem assim, pois antes de Barbosa o STF teve dois ministros mulatos, já esquecidos na bruma dos tempos. Mas o que vale nas coisas da política, em geral, é o que se diz ─ e o que se disse é que havia ali um plano magistral. O novo ministro, agradecido pela honra recebida, seria um belo amigo do governo nas horas difíceis. Acontece que os melhores planos, muitas vezes, não acabam em bons resultados; o que decide tudo, no fim das contas, são os azares da vida. O grande problema para Lula foi que o único negro disponível para ocupar o cargo era Joaquim Barbosa ─ e ali estava, possivelmente, uma das pessoas menos indicadas para fazer o que esperavam dele.
Para começo de conversa, Barbosa dá a impressão de detestar, positivamente, o rótulo de primeiro “ministro negro” do STF. Não quer que pensem que está lá para preencher alguma espécie de “cota”; a única razão de sua presença no STF, julga o ministro, são seus méritos de jurista, adquiridos em anos de trabalho duríssimo e sem a ajuda de ninguém. Nunca precisou do apoio da “comunidade negra”, nem da secretaria da igualdade racial, ou coisa que o valha. Também não parece se impressionar, nem um pouco, com gente de origem humilde. É filho de um pedreiro do interior de Minas Gerais, tornou-se arrimo de família na adolescência e ao contrário de Lula, que não bate ponto desde que virou líder sindical, em 1975, Barbosa começou a trabalhar aos 16 anos de idade e não parou até hoje.
O ministro, além disso, é homem de personalidade notoriamente difícil, sujeita a ásperas mudanças de humor e estoques perigosamente baixos de paciência. É atormentado por uma hérnia de disco que lhe causa dores cruéis e o obriga muitas vezes a ficar de pé durante as sessões do STF. É, em suma, o tipo de pessoa que se deve tratar com cuidado. Lula e o PT fizeram justamente o contrário. Quando Barbosa se tornou relator no processo do mensalão, em 2006, continuaram apostando todas as fichas na histórica impunidade com que são premiados no Brasil réus poderosos e capazes de pagar advogados caros. Descobriram, agora, que o trabalho de Barbosa puxou as condenações em massa no julgamento do mensalão ─ e jogou uma banana de dinamite no sistema de corrupção que há dez anos envenena a vida pública no Brasil.
A primeira trovoada séria veio quando o ministro aceitou a denúncia da procuradoria contra os quarenta do mensalão. Na época, o único deles com cabeça foi o ex-secretário-geral do PT Silvio “Land Rover” Pereira; não contestou a acusação, foi punido com prestação de “serviços comunitários” e acabou resolvendo seu caso a preço de custo. Os demais, guiados pelo farol de Lula, preferiram ficar debochando. Durante o tempo todo, ele sustentou que o mensalão “nunca existiu”. Quando o julgamento começou, disse que não iria acompanhar nada: “Tenho mais o que fazer”. Delúbio Soares, operador-mor do guichê de pagamento do esquema, afirmou que tudo iria acabar em “piada de salão”. O presidente nacional do PT, Rui Falcão, garantiu que o povo estava interessado, mesmo, é na novela das 9. O que queriam com isso? Imaginavam que Joaquim Barbosa, trabalhando como um burro de carga, com a tortura da dor nos quadris e seu temperamento de porco-espinho, estava achando engraçado ouvir que o seu esforço era uma palhaçada inútil? Lula e sua tropa tinham certeza de que o processo iria se arrastar até o Dia do Juízo Final. O ministro Barbosa, hoje, poderia dizer: “Não contavam com a minha astúcia”. No caso, sua astúcia foi entender a diferença entre “muito tempo” e “nunca”. Tudo seria demorado, claro. Mas ele tinha certeza de que terminaria o seu trabalho ─ e que os 80% de popularidade de Lula, aí, não iriam servir para nada.
Em sua curta obra-prima Ratos e Homens, um dos clássicos da literatura populista americana, John Steinbeck se inspira num antigo poema escocês para nos dizer que os mais bem cuidados planos deste mundo, sejam feitos por ratos ou por homens, são coisas frágeis; podem ser desfeitos pela roda do acaso, que é indiferente tanto aos projetos mais humildes quanto aos mais ambiciosos, e só acabam deixando mágoa e dor. Joaquim Barbosa talvez faça com que os mensaleiros se lembrem disso por muito tempo.
NOTA DO AUTOR DO BLOG: Eu espero que os brasileiros lembrem disso e do nome dele por anos a fio - Ainda tem mais pesadelo para a corja: Se Cachoeira optar pela delação premiada, ai, meu Deus!
Até o deus de merda dos peidistas vai prás cucuias, que já deveria ter ido, pois chefe de chefe de quadrilha é quadrilheiro. 

AFINAL: CHEFE DE CHEFE DE QUADRILHA É O QUE?



2a Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Leia também o site Fique Alertawww.fiquealerta.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Alguns ministros do Supremo Tribunal Federal já perceberam o golpe dos petralhas de embromar o julgamento do mensalão para ganhar tempo e articulações e tentar diminuir ao máximo as penas dos réus condenados – se possível conseguindo a prescrição de algumas delas. Por isso, o presidente do STF, Carlos Ayres Britto, já articula para que os demais ministros aceitem a proposta do relator Joaquim Barbosa de fazer uma sessão extra nas manhãs de quarta-feira, para decidir o caso antes de novembro.

Alguns ministros querem abortar a estratégia petista de protelar o julgamento o máximo que puder.
Também já se tornou pública a articulação pessoal do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para defender a tese de que já prescreveram as penas para vários crimes de réus já ou ainda por serem condenados. O movimento, nos bastidores do Judiciário, é liderado pelo ex-ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, e pelo advogado Sigmaringa Seixas, com o suporte de Lula, do presidente do PT, Rui Falcão e, claro, de um grande interessado: o réu José Dirceu de Oliveira e Silva – acusado pelo procurador-geral da República de ser o “chefe da organização criminosa do mensalão”.

No STF, ainda existem resistências à ideia de sessões extras. Alguns ministros até preferem que se use as tardes de terça-feira, mas isto coincidiria com as reuniões do Conselho Nacional de Justiça. Ministros do STF também não gostam de sessões às sextas-feiras, quando costumam assumir “compromissos acadêmicos” (aulas, palestras e seminários). Tudo indica que passará a proposta de quarta de manhã, com o apoio de Ayres Britto, Joaquim Barbosa, Marco Aurélio Mello, Luiz Fux, Carmem Lúcia e até de Ricardo Lewandowiski – que agora deseja fugir da imagem de responsável pelos atrasos nas votações do julgamento do mensalão.


A Folha de S. Paulo de hoje revela que José Dirceu já teria dito ao chefão Luiz Inácio Lula da Silva e a outros aliados que não espera mais ser absolvido pelo Supremo Tribunal Federal no julgamento do mensalão. Como é acusado de formação de quadrilha (pena de um a três anos de prisão) e corrupção ativa (dois a 12 anos de prisão), Dirceu corre o risco de pegar cadeia se for condenado. Se o STF o condenar a mais de oito anos de prisão, vai para regime fechado, sem direito a cela especial. De quatro a oito anos, tem direito ao semi-aberto. Mesmo azar de Dirceu podem ter Delúbio Soares e José Genoíno – que será submetido a um cateterismo.

EXCELENTE MATÉRIA DE SERRÃO APENAS ME TIRE UMA DÚVIDA:

SE ZÉ DIRCEU PODE SER PRESO POR FORMAÇÃO DE QUADRILHA E CORRUPÇÃO ATIVA E PRESTA CONTAS DOS SEUS PROBLEMAS AO “DOTÔ UNORIS CAUSA”  A QUEM TEM COMO CHEFÃO E ESTE MEXE MUNDOS E FUNDOS PARA LIVRAR OS COMPARSAS DA CADEIA, POIS DA VERGONHA MORAL JÁ NÃO PODE, (ISTO ELE JÁ NÃO TEM), CARÁTER, MORAL E HONRA PIOROU.
 OS DEZ MANDAMENTOS DO deus DA MENTIRA, DA CORRUPÇÃO, DA SAFADEZA

ESTE CHEFÃO TAMBÉM NÃO VAI SER PRESO? COMO É FEITA A JUSTIÇA NO BRASIL?POR CARA? PELO PATRIMONIO? OU POR TÍTULO?

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

OBRIGADO PRESIDENT"A"

POR DEVOLVER O QUE NOS ROUBARAM POR SETE ANOS!
DEVOLUÇÃO DE DINHEIRO ROUBADO AGORA SE CHAMA DESCONTO
SÓ FALTA AGORA O POVO DO CABO OBRIGAR O GOVERNO A REVER A INDECENTE COBRANÇA DOS VALORES COBRADOS COMO (CIP) - Contribuição para Iluminação Pública, um presente dos dias melhores. (Elias Gomes / Antonio Medeiros-2003). Eu já fiz minha parte, pedi ao MP para cobrar explicações, já que o setor responsável na prefeitura não dá, e os vereadores nem sabem o que é isso. Tem gente (como eu) pagando mais de 10% do valor da conta, muitos nem percebem 
QUANDO FOR VOTAR LEVA ESTA FOTO, TALVEZ A MENTE ABRA MAIS UM POUCO.
  

terça-feira, 11 de setembro de 2012

A FORÇA DA MULHER TRANSBORDA EM PONTEZINHA!

Como se apenas isto não bastasse!







Para que melhor apresentação que esta?

Mesmo assim, ai vai! Uma união que tem tudo para dar certo.

Uma vereadora que tem total apoio e amizade do prefeito e da vice prefeita, que melhor poderia esperar Pontezinha?

Não podemos passar mais quatro anos sem um representante na câmara, nem jogar fora nossos votos elegendo pessoas que não tem compromisso com a comunidade. É muito fácil falar, porém quantos vimos melhorar de vida e deixar Pontezinha para trás, vindo apenas de quatro em quatro anos pedir votos como ser eleito seja apenas um degrau na escada financeira.

Tereza, aqui nasceu, viveu, trabalhou, casou, cria suas filhas e ajuda o marido, outro que poderia muito bem, ir morar em Porto de galinhas, Boa viagem, Candeias ou qualquer outro local no Brasil, mas não, aqui investe, aqui vive e aqui produz por isso Tereza tem a vontade de mudar Pontezinha, por amor ao local de nascimento e por compromisso com seus amigos e vizinhos e sem demagogia melhorando assim as possibilidades de todos terem uma vida melhor.
Não podemos dar nossos votos a candidatos de fora, cada um vai querer o melhor para seu reduto, para seu lugar de morada.
Não se elege vereador de Pontezinha, elegemos vereadores para o Cabo, porém cada um defende a bandeira de seu lugar.
Tereza é corpo e alma Pontezinha!
Já tivemos filhos da terra que nos enojaram, aproveitaram-se da confiança que o povo neles depositou (o voto) e serviram-se disso para encher os bolsos, retirando do povo de Pontezinha a possibilidade de mais melhores escolas, ruas e serviços básicos para investir em escolas e armazéns bem longe de Pontezinha
Muitos que hoje gritam nas ruas e praças que querem ter a honra de representar o povo de Pontezinha na câmara nunca bateram um prego numa barra de sabão, são apenas morcegos políticos que passam quatro anos sentados em praças ou em esquinas elogiando e defendendo o indefensável em troca de uma esmola que lhes dão os que estão no poder.
Antes de tudo, temos que mudar nossa visão quanto ao cargo de vereador e a maneira de analisarmos em quem votar. Quem é o que faz o que fez, onde trabalhou quem o indica, que fez na vida pregressa, com quem andou, anda. Como se sustenta, de onde vem o dinheiro que o mantém.
Também não podemos deixar que transformem nosso lugar em quintal de famílias, "papais querem que os filhos sejam prefeito, mamães que os filhos sejam vereadores", que sigam os passos dos papais. Que bom serão os papais honrados ou devem alguma coisa à justiça e por isso estão colocando os filhinhos, para terminar o serviços dos papais e mamães?
Não vamos ouvir os gritos do atraso nem o apelo da corrupção, vamos em frente!

Pontezinha sempre, soberana e bem representada.

ESTA É A MANIFESTAÇÃO DO POVO ESTES SÃO OS CANDIDATOS DO POVO
EM PONTEZINHA A RECEITA É:
TEREZA-VADO E EDNA

É 40 NELES
 
Se for pouco podem avisar tem muito mais!