quinta-feira, 1 de novembro de 2012

PREGO BATIDO, PONTA VIRADA!

EXATAMENTE COMO PREVIAM AS MATÉRIAS EDITADAS NESTE BLOG
No sábado 20 de outubro e terça-feira, 23 de outubro de 2012
PODEM SER LIDAS ABAIXO E NA MARGEM DIREITA:
ACIDENTE EM PONTEZINHA E AGORA É ESPERAR PARA VER SE ALGUM ZÉ BOSTINHA TOMA ALGUMA PROVIDENCIA.
Cidadão repórter
»Falta de sinalização dificulta travessia de alunos no Cabo de Santo AgostinhoMariana Fabrício - Diario de Pernambuco - A QUEM AGRADECEMOS POR DAR DIMENSÃO A SOLICITAÇÃO, VISTO QUE AS AUTORIDADES SEJAM MUNICIPAIS ESTADUAIS OU FEDERAIS SÓ ATENTAM PARA UM PROBLEMA QUANDO ESTA NA MÍDIA.
OBRIGADO - DP, MARIANA. 
Publicação: 31/10/2012 10:36Atualização: 31/10/2012 11:50
Alunos se arriscam a atravessar em via sem sinalização em frente à escola conhecida no local como
Alunos se arriscam a atravessar em via sem sinalização em frente à escola conhecida no local como "Carandiru". Foto: Mariana Fabrício/Esp.DP/D.A Press
A Escola Estadual Vila João de Deus, localizada em Pontezinha, no Cabo de Santo Agostinho, funciona provisoriamente há cinco anos em um prédio alugado na Estrada de Curcurana. No local, não há sinalização adequada e os alunos sofrem uma longa espera para atravessar a via de acesso à escola, além de se arriscarem já que a estrada tem um grande fluxo de carros, motos e, principalmente, caminhões que não respeitam a faixa de pedestres pintada no local. A denúncia foi feita no Cidadão Repórter, fórum de jornalismo colaborativo do Pernambuco.com.

Você tem alguma sugestão de pauta ou denúncia? Participe do Cidadão repórter e dê a sua contribuição

"Deveria ter um sinal em frente a escola. Fico esperando muito em frente à faixa e ninguem para. É uma dificuldade muito grande", conta a estudante da Escola Vila João de Deus, Wendys Erlânia, 13 anos. Por ser um dos acessos a Suape para quem vem da Zona Sul, a Estrada de Curcurana é muito movimentada. De acordo com a Gerência de Trânsito do Cabo de Santo Agostinho, o intenso movimento se dá pelo aumento de indústrias na região.
Por toda a extensão da via há três semáforos funcionando apenas em alerta, com as luzes amarelas piscando. Segundo a coordenadora de gestão da Gerencia de Trânsito do Cabo de Santo Agostinho, Paloma Dias, essa foi uma solicitação da própria população. "Os moradores da região reclamaram que os sinais provocavam lentidão no trânsito, por esse motivo todos os semáforos estão em piscante", afirma.(MF-DP)
No último sábado, 27, um carro subiu a calçada em frente à escola. Por sorte, não havia aula. Moradores pedem sinalização e alertam para o perigo do local. Foto: Alberto Figueiredo/Cidadão Repórter/DivulgaçãoCorreção da declaração:
 No sábado 20/10 (AF)
a Diretora Salete esqueceu de mencionar um detalhe. O carro subiu a calçada e atingiu um senhora que passava e que até hoje esta no Hospital D.Helder (AF)
No último sábado, 27, um carro subiu a calçada em frente à escola. Por sorte, não havia aula. Moradores pedem sinalização e alertam para o perigo do local. Foto: Alberto Figueiredo/Cidadão Repórter/Divulgação
Salete Freire, diretora adjunta da Vila João de Deus reintera a necessidade da colocação de sinalização adequada na área. "Deveria haver sinalzação de que aqui é área escolar. Necessitamos com urgência". No último sábado, 27, houve um acidente no local e um carro invadiu a calçada da escola. "Fico preocupada, os carros passam com tudo por aqui. Se fosse dia letivo poderia ter sido mais grave esse acidente", conta Salete.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, é de responsabilidade de cada muncípio o planejamento, instalação e operacionalização de projetos. O órgão responsável pelo trânsito no município informa que uma equipe de técnicos irá ao local para verificar se há necessidade da colocação de redutores de velocidade, como lombadas e sonorizadores. Mariana Fabrício DP
 
UMA DEFESA: O órgão municipal de planejamento, instalação e operacionalização de projetos de transito, bem como fiscalização, não pode ser responsabilizado sem que se analise alguns pontos:
1) Esta via que antes era uma simples rua local e que atendendo interesses políticos na época foi construida e asfaltada a toque de caixa para servir de arma de campanha na época, sem sinalização, acostamento, largura de faixas de via local, postes  colocados a cinco centimetros do meio fio e casas a vinte centimetros, hoje serve como escapatória para escoamento do trafégo de SUAPE e empresas no Cabo e Ipojuca, já que ninguém aguenta pagar o pedágio da bela ponte que dá acesso ao Paiva (sem quebrar o orçamento). Então passou a ser uma via de grande fluxo sem ter estrutura para isto.
O governo (ou os governos) têm projetos para duplicação há anos, porém a obra não sai, claro! Primeiro as eleições depois o resto.
Este foi um dos inúmeros acidentes inclusive fatais ocorridos nesta via que liga a BR101 em Pontezinha a Barra de Jangada
2) Como se pode por lombadas, redutores etc. numa via cujo trafégo esta muito além de sua capacidade? A César o que é de César! Como? Fazendo o engarrafamento diário triplicar? Porque pela demora nos congestionamentos já testemunhamos brigas entre motoristas (ninguém é de ferro), afinal; (helicóptero existe para isso (evitar os engarrafamentos, os cidadãos que se lasquem) não é mesmo Alberto Figueiredo
          
O prédio atual onde funciona a escola é conhecido pela população como Carandiru, por sua estrutura com janelas pequenas e fechadas. "As crianças ficam entregues à sorte. Não existe sinalização, a escola não tem estrutura e as crianças esperam na rua entre os carros a hora de entrar no prédio", denuncia o cidadão repórter, Alberto Figueiredo.
Mariana Fabrício DP

O PREGO BATIDOSegundo a Secretaria de Educação de Pernambuco, o prédio sede da Escola passou por reforma em 2007, mas com o aumento na quantidade de alunos matriculados, houve a necessidade de ampliar o prédio e será construída uma nova escola que possa comportar a nova demanda. A obra tramita na Procuradoria Geral do Estado. Em nota, a Secretaria informou ainda que há manutenção periódica e que o prédio está em condições adequadas. Mariana Fabrício DP
Para mim (AF)isto é uma zona total, um falta de respeito o que pode nos dizer o secretário de educação do estado ou algum dos Zé manes que trabalham com ele recendo um bom salário pago com dinheiro dos pais desses meninos?
Que desculpa (normal, e usual de secretários e outros pilantras), já esta em licitação estamos aguardando a conclusão do processo. Amanhã uma empresa “estará fazendo a sinalização” em duas semanas teremos sinal e guarda para dar segurança a passagem dos alunos que cruzam esta outra zona a ESTRADA DE CURCURANA - PONTA VIRADA
Alberto Figueiredo - (81)8859.9178

Um comentário:

  1. eu estudo ae e realmente e muito perigoso a gente atravesar essa pista aff´s

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.