terça-feira, 18 de setembro de 2012

ELE SE COMPAROU A JK COMETEU SUICÍDIO AO PENSAR QUE ERA DEUS!


O MPF, o Procurador da República, a PF, e o Supremo mais precisamente JB, ajudam o "deus" a ajoelhar-se, porém para grande maioria do povo brasileiro, tudo até agora é pouco e lento, não precisa ser Ministro do Supremo para saber que tem muito mais lixo não apenas no planalto mais em todos os níveis da administração pública.

Não precisa ser gênio, basta ser macho suficiente pena que aparentemente seja coisa escassa mais alto nível do  no judiciário brasileiro, único com poder suficiente para mandar prender, todos os ladrões desse país, de vereadores a presidente ou / ex.

Provas de culpabilidade não faltam, seria bastante pedir os processos que estão em curso nos tribunais empurrados com a barriga por manobras jurídicas e em mutirão, convocando juízes de instâncias inferiores julgar em tempo recorde todos os processos sem direito a recursos. Pronto! Teríamos uma leva de ladrões presos.

Tenho certeza que o povo brasileiro tão roubado e traído não faria qualquer objeção em se gastar R$2bilhões de reais para construção de uma colônia de férias no interior da Amazônia e para lá transferir todos estes homens honrados que durantes anos dedicaram suas vidas ao bem e progresso da nação brasileira (não esquecer Sarney), uma colônia onde todo necessário teria que vir da selva ou plantado por estes dignos senhores.
O COMEÇO DE TUDO
Não seria necessário murar, sequer muitos guardas, bastariam os que tivessem votado pela absolvição ratinhos e para dirigir a colônia quem melhor que o rei? Isso mesmo! Quantas alegrias teriam os meninos e meninas sabidas em conviver lado a lado com o “deus” que oficializou a corrupção e a compra de voto no Brasil.

Que dias felizes. Cercados pelo verde, ouvindo o cantar dos pássaros, e os sons da mata, ao lado do “deus” e professor que nos finais de tarde, sentado sob um frondoso jacarandá contava suas epopéias, suas muitas vitórias, títulos de “dotô unoris calsa” fechado as histórias com chave de ouro, façam como eu, não importa quantos pise quantos desonre o que venda, ou se venda, o importante é um dia ser chamado de “O CARA”.

Ou seguindo o conselho do velho mestre btnuk, coloca todos eles em levas na mais moderna nau de combate da marinha brasileira, que não deve servir para mais nada e em águas internacionais para não poluir o resto do mundo, patrocinar um belo banho de mar de umas vinte quatro horas, trazendo um deles de volta para poder relatar as maravilhas do passeio, em um ano e meio tudo estaria consumado.

Talvez até tudo isso possa ser dispensado se o Supremo declarar Estado de sítio, e como tal condene todos eles por crime de alta traição a pátria e seus valores, estando em Estado de guerra tudo poderia ser resolvido mais rapidamente e economicamente se fossem colocados em fila indiana. Não se esquecendo de cobrar das famílias se ainda houvesse dinheiro para isso, pois todos os bens dos condenados e de seus parentes até segundo grau seriam disponibilizados para pagamento dos prejuízos causados a nação, o óleo diesel usado nas escavadeiras para construção de suas novas moradias, pronto! Tudo resolvido.

Quantos entrarão na fila candidatos a novos deuses?

Câncer velho enraíza, a solução é assepsia, cirurgia não adianta.

Radical? Eu?

Querem contar quantos brasileiros morreram por ação direta deles?              

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.