sábado, 23 de abril de 2011

O EXEMPLO DO PAN - COM OBRAS SUPERFATURADAS, O QUE RESTARÁ AOS BRASILEIROS?

Será que o exemplo que nos foi mostrado quando bilhões forem jogados fora no PAN, nada valeu?

Em todos os países do onde se realizaram jogos e copas houve lucro, mas no Brasil onde todas as verbas, sejam elas destinadas a estádios de futebol ou hospitais são desviadas para os bolsos dos políticos, nunca nada dará.
Eles defendem estes eventos porque vêm nisso mais uma brecha por onde roubar.

Mas o povo não quer? Então, pão e circo.

Enquanto isso mulheres estão parindo nos bancos das maternidades por falta de leito, pessoas morrendo por falta de atendimento, escolas caindo aos pedaços ou sem uma plataforma de ensino digno, professores mal pagos ou desqualificados, que cumprem apenas os horários e reclamam dos salários.
Nas escolas não tem aula por falta d'água ou porque morreu alguém da família do sobrinho da merendeira.
O Brasil esta no rumo certo!
Nossa juventude morrendo drogada ou vítima dos drogados e traficantes, a família foi relegada a terceiro plano, o Estado dita as normas educacionais domesticas, putaria, safadeza, traição, mau-caratismo, falsidade, são as qualidades mais promovidas pela TV brasileira.
Os heróis do Brasil são todos os pervertidos que passaram pelos BBBs.
No solo do Brasil tremulam bandeiras de outras nações como se fossem e realmente já são donas de pedaços do Brasil.
O Brasil esta acabando porque seus filhos se deixarão levar pela vida fácil. O ganhar sem trabalhar, hoje no Brasil um trabalhador ganha 540 R$ por mês, um detento assassino ganho 780 R$ por cada filho que tem do lado de fora, onde ele conseguiria tal salário trabalhando honestamente.

quinta-feira, 21 de abril de 2011

ATENÇÃO - VEREADORES ...

ATENÇÃO!
VEREADORES, DEPUTADOS, PREFEITOS, GOVERNADORES, ATUAIS E EX.
NÃO PERCAM ESTA OPORTUNIDADE.

Esta aberta mais uma porta para safadeza, dessa vez dentro da lei, pelo menos supõem!
E como entre as classes impera a impunidade e o achar que estão acima das leis, e realmente estão. Aproveitem mais esta e criem também uma entidade sem fins lucrativos.
Sugestão para nome da entidade: EX: (AMUPIDOSEXPE - Associação das Mulé e Piranhas de Ex Vereadores, Deputados, Prefeitos e Governadores do Estado de Pernambuco, para gerir um fundo de amparo ao idoso desamparado (os velhos ex.), tudo dentro da lei já que se abriu um precedente.
Analisem e coloquem seus assessores para trabalhar, podem abrir associações nas câmaras, assembléias, secretarias municipais e federais todas geridas por pessoas amadas e de total confiança.
Para tanto bastará seguir o exemplo que nosso amigo Júlio nos dá. (Texto Júlio Ferreira – Recife)

Esse Brasil Tiririca está cada dia mais parecido com uma fossa séptica, pois basta qualquer "mexidinha" para que novos podres apareçam. Agora mesmo, no Recife, descobriu-se, após uma intervenção do STJ e da corregedora nacional de Justiça, Eliana Calmon, que no Tribunal de Justiça de Pernambuco estaria ocorrendo uma situação, no mínimo, "ESQUISITA". Pasmem os brasileiros, mas os gestores do prédio onde funciona o TJPE, resolveram entregar a administração do estacionamento, da Central de Xérox e da Lan House, que funcionam em espaços públicos, para uma tal Associação dos Cônjuges de Magistrados de Pernambuco (Acmepe), sob a esfarrapada desculpa de que essa seria uma entidade filantrópica. Isso uma vergonha! Afinal, desde a antiga Roma, tinha-se como exigência o princípio de que "à mulher de César não basta ser honesta, deve parecer honesta". Entregar alguns lucrativos instrumentos agregados ao prédio do TJPE, de mão beijada, para os "consortes dos magistrados", mesmo que não caracterize ilegalidade, é absolutamente antiético, posto que fere elementares preceitos de decência na condução do bem público. E pensar que são exatamente esses magistrados, a maioria dos quais, quando travestidos de "deuses", usam e abusam do direito de humilhar os "pobres mortais" (dizem que alguns juízes pensam que são deuses, outros, têm certeza). É por essas e por outras que, por questionar a honestidade de propósitos dos que são encarregados de sua aplicação, é cada vez menor a confiança do povo na Justiça.

Esta oportunidade não pode ser desperdiçada visto que os órgãos fiscalizadores só descobrirão que existem estas associações daqui a alguns anos e a justiça levará mais vinte julgando se é regular ou não nesse meio tempo, muito dinheiro terá entrado nas caixinhas.
PQP! Esqueci o Supremo.
Parte em azul surripiada de um email do Júlio Ferreira - Recife / PE.

TIRADENTES

21 de Abril – Esta data pode muito bem servir como parâmetro para uma analise da moral honra, patriotismo e soberania do povo brasileiro.


21 de Abril de 1872 – Morria enfocado, esquartejado e o primeiro grande mártir da independência, cérebro de uma revolução que tomou como combustível para revolta popular “o quito” a quita parte de tudo de era produzido pelo povo era entregue a coroa portuguesa, era o imposto.

21 de Abril feriado, Dia de Tiradentes (Porque, Quem foi?)

Muitos de nossos jovens sabem apenas que é o feriado de Tiradentes, dia de folga, sem aulas (como se não bastassem as faltas de professores ou o “hoje não tem aula, morreu o amante da empregada da tia da professora) por profunda solidariedade e fé cristã hoje não haverá aula.

Se Perguntar quem foi Joaquim da Silva Xavier, poucos saberão responder sem pestanejar.

Como errou Tiradentes! Sacrificou a vida por ser contra a cobrança de tão elevados impostos, pobre coitado, não poderia imaginar que anos depois este mesmo povo pelo qual partiu em defesa trabalharia quatro meses por ano para pagar impostos, para sustentar um exército de crápulas sem o mínimo protesto.

Que a independência sonhada e comemorada, na verdade nunca foi alcançada. O Brasil jamais foi independente ou soberano, sempre se curva a força do poder financeiro.

Não continuou produzindo brasileiros, apenas esponjas, que absorvem tudo que vem de fora e acham que devem obedecer aos caprichos dos senhores.

Somos donos e não mandamos, somos proprietários e outros determinam os preços das nossas riquezas, somos milhões e rastejamos aos pés de centenas acovardados, com receio de errar por um passo mais altivo

21 de Abril de 2011 – Nossos heróis são os participantes dos BBBs, perguntem a qualquer aluno quem foram os últimos heróis do BBB 11 e eles saberão na ponta da língua, pergunte que foram os comandantes que expulsaram os holandeses do Brasil, talvez não conheçam nenhum, perguntem onde e como nasceu a nação brasileira, espere um desastre.

Pena! Tiradentes é apenas um feriado.

A Independência esta apenas numa tela

Os heróis nos BBBs,

A soberania inexistente esta comprovada na Amazônia, dezenas de bandeiras de outros países tremulam em solo brasileiro.

Hoje é 21 de Abril! Salve Tiradentes! Salve o Brasil de homens livres e soberanos, (mesmo que sejam poucos) salve a pátria brasileira!

quarta-feira, 20 de abril de 2011

ESTRADA DE CURCURANA - UMA NOVELA DE MILHÕES ($)DE CAPITULOS

Estrada de Curcurana, hoje Avenida Barras (no trecho Jaboatão) e Avenida Vereador Horácio Ferraz Cavalcanti (no trecho - Pontezinha/Cabo- Se realmente for...), há 17 anos a comprovação da capacidade técnica do nosso DER, que esteve a ponto de ser relegada ao esquecimento pela construção da Vicinal Pontezinha / Barra de Jangada (estrada que passaria margeando o manguezal esquerdo do Rio Jaboatão- NOVA ESTRADA DE CURCURANA) obra contestada e alvo de luta das muitas comunidades intermunicipais envolvidas e que aparentemente por bom senso de um promotor não foi à frente evitando destruição de 10 km de mangue, sem necessidade o que foi provado e comprovado visto a existência da Estrada que poderá muito bem ser duplicada sem que se destrua ainda mais o meio ambiente.

Como o projeto apresentado numa Audiência pública onde o EIA/RIMA foi apresentado com requintes teatrais mais, tão incoerente quando as alegações de biólogos, engenheiros florestais, civis e mais uma leva de técnicos que emprestam seus nomes e suas qualificações para encobrir as safadezas da politicalha, foi fortemente contestada pelos presentes, chegando-se ao ponto de vermos e ouvirmos o diretor de um órgão estatal ser taxado de mentiroso em público.

Aparentemente as comunidades conseguiram salvar este trecho de mangue, mais como todas as outras alternativas apresentadas pelo povo, entidades sociais, jornais etc. não satisfaz os investidores do Paiva, NEM UMA NEM OUTRA ALTERNATIVA esta em andamento, existe muita especulação, mais nada de concreto, a estrada intermunicipal - Jaboatão/Cabo, é de interesse maior do estado visto que o projeto Paiva é um investimento de 15bi mas para tanto é necessária a infraestrutura.

Como o ralo da construção margeando o mangue parece ter sido fechado assim as outras alternativas ou ficaram paradas, (não se tem conhecimento de projetos, ou existe, mais estão esperando primeiro as raposas velhas fazerem a corriqueira especulação imobiliária para depois levar ao conhecimento de quem vai pagar a construção com o suor do rosto - O POVO).

Não estou dizendo com isso que a estrada não passe às margens do Rio, de forma alguma ela será construída por onde oferecer mais facilidade de roubo de adicionais aos valores contratados, mais propinas e tudo que cerca obras municipais, estatais e federais.

Enquanto isso o contribuinte sofre e arrisca a vida por esta obra de arte do DER que foi a estrada de Curcurana, construída ha dezoito anos uma das mais cabais prova da falta de respeito do Estado para com a vida dos cidadãos.

Senhores políticos! Levantem-se tirem estes rabos gordos das cadeiras, pelo menos façam de conta que trabalham e livrem os contribuintes desse martírio diário que é trafegar pela Estrada de Curcurana, ou morar nela.

DER, apareça, mostre pelo menos um projeto velho ou novo, há 25 anos quando vim morar aqui já se falava na construção da estrada ha 15 se fala em duplicação, será que conseguiremos ver um projeto antes de 2050?

Veja inclusive se evitam assinar a obra, ou seja, DER assina obras com trechos como o girador da Vitarella ou da 51.

Qualquer protesto sobre o aqui escrito, basta comunicar.

terça-feira, 19 de abril de 2011

Vereadores, deputados, prefeitos, governadores porque criticá-los?

TEXTO EM AZUL:  Resposabilidade do autor do blog.
Se ladrões, estupradores, falsificadores, pedófilos e todas as demais categorias de foras da lei se encontram e procriam como ratos no que hoje, é conhecido como PUTEIRO NACIONAL.

Pesa-me ser tão agressivo com as profissionais do sexo muitas vezes tão honestas, honradas e profissionais por tamanha indecência na comparação.
Perdoem-me Senhoras, senhoritas, gays e lésbicas que sejam profissionais, não merecem a infâmia de serem comparadas com aqueles e aquelas que frequentam o tal PUTEIRO.
Da mesma forma quero me desculpar com os senhores hospedes das colônias de férias pagas pelo povo por compará-los com aquela classe tão baixa, ficando aqui, registrado meu protesto à denominação que lhes é dada. Ladrões! Não se pode chamar assim e punir de forma exemplar os que ainda engatinham na arte.
Vereadores, deputados, prefeitos e governadores é apenas a parcela mais próxima ao povo, desta nata social que infesta a política do Brasil de hoje.
Para não ser injusto, não posso deixar de fora ministros, desembargadores e demais senhores que deveriam por ordem, dentro e fora do PUTEIRO, oficiais superiores das três forças e das auxiliares que cada dia nos brindam com demonstração de estarem seguindo à risca os passos dos companheiros de altos escalões.
Com todo respeito aos editores do CONGRESSO EM FOCO, pelo trabalho limpo, imparcial, claro e honesto de levar ao povo parte do que se passa na mansão das cuias.
Provavelmente vou tomar por empréstimo parte do título do vosso site para nomear o meu.
PUTEIRO EM FO FOCA.
Garanto que pelo menos o título será bem mais fiel a realidade das casas.

19/04/2011 - 07h00 - FONTE CONGRESSO EM FOCO
Conheça os crimes cometidos no Congresso


Grampos ilegais, estelionatos, fraudes, pedofilia, roubos e furtos. Levantamento das ocorrências policiais registradas no Congresso demonstra que a criminalidade diminuiu, mas casos complexos continuam sem solução
Levantamento do Congresso em Foco mostra quais são e quantos são os crimes registrados pelas polícias da Câmara e do Senado
Eduardo Militão
A criminalidade dentro das cercanias do Senado anda estável, enquanto na Câmara está em queda. Se a estatística mostra redução no número de ilícitos, os casos mais complexos ocorridos na última legislatura, porém, continuam sem solução, ainda sendo analisados pela Justiça, Ministério Público e pela Polícia Federal.
É o que aponta levantamento do Congresso em Foco com base nas estatísticas de inquéritos, termos circunstanciados e ocorrências policiais registradas pelas duas Casas legislativas. Houve um leve aumento de 15 para 16 inquéritos e termos circunstanciados no Senado no período de 2005 a 2010. Na Câmara, as ocorrências caíram de 603, em 2006, para 430 no ano passado, uma redução de 29%.


Os fatos e ilícitos relatados não incluem nenhum senador ou deputado na condição de investigado. Com foro privilegiado, eles só poderiam responder a inquéritos na Polícia Federal, tudo com a supervisão do Supremo Tribunal Federal (STF).


O Congresso em Foco separou, sem pretensões científicas, os casos mais graves num primeiro grupo, o que inclui grampos ilegais, estelionatos, fraudes, casos de pedofilia, roubos e furtos. Olhando apenas esses ilícitos, os inquéritos no Senado subiram de três para oito entre 2005 e o ano passado, um incremento de 167%. Na Câmara, as ocorrências baixaram de 224 para 166, uma queda de 26% entre 2006 e 2010.
Veja o quadro dos crimes registrados com mais detalhes
Funcionários fantasmas


Apesar da prerrogativa de foro, os principais casos da última legislatura envolveram, de alguma forma, senadores e deputados. Na Câmara, uma fraude desviou R$ 2 milhões dos cofres públicos: um dos métodos era colocar pessoas na folha de pagamento, que pensavam estar recebendo benefícios sociais. Na verdade, viravam servidores fantasmas da Câmara, enquanto terceiros ficavam com salários de até R$ 7 mil por mês. Revelado pelo Congresso em Foco em 2009, o caso aguarda até hoje a conclusão de um exame grafotécnico nas assinaturas dos deputados Sandro Mabel (PR-GO) e Raymundo Veloso (PMDB-BA) para saber se são deles as autorizações para a nomeação dos fantasmas oficialmente lotados em seus gabinetes.    Os parlamentares não foram indiciados.                        


No Senado, aconteceu a mesma coisa: as estudantes Kelly Janaína e Kelriany Nascimento da Silva assinaram papéis para receberem uma bolsa de estudos. Mas viraram funcionárias fantasmas ganhando R$ 3.800 do então senador Efraim Morais (DEM-PB). Das contas correntes delas, foram desviados R$ 88 mil. Em depoimento à Polícia do Senado, a chefe de gabinete do senador, Mariângela Cascão, afirmou que a nomeação das duas fantasmas foi determinada por Efraim. Por causa do foro privilegiado, o caso foi parar no Supremo.
O procurador geral da República pediu a oitiva de Efraim e o exame grafotécnico de suas assinaturas. Antes de o ministro Celso de Mello decidir, o senador não conseguiu se reeleger e o caso foi parar no Tribunal Regional Federal da 1ª Região. Depois que saiu do STF, há quase dois meses, só na última sexta-feira (15) o inquérito chegou ao gabinete do desembargador Carlos Olavo. Ele é quem decidirá se haverá depoimento e exame das assinaturas, segundo informou o advogado das duas estudantes, Geraldo Faustino Júnior. Efraim atualmente é secretário de Infraestrutura do governo da Paraíba.
Grampo no ministro
Outro caso apurado no Senado fez parte da chamada “crise dos grampos” de 2008. A revista Veja publicou um diálogo, supostamente gravado ilegalmente, entre o senador Demóstenes Torres (DEM-GO) e o presidente do Supremo à época, Gilmar Mendes. Foram feitas varreduras nos telefones do Senado, já que um relatório de segurança do STF já havia indicado a possibilidade de uma escuta ilegal feita fora das dependências do tribunal. A crise, que derrubou o diretor da Abin na época, Paulo Lacerda, está longe de ser esclarecida. Até hoje, não foram divulgados os áudios do suposto grampo.
O inquérito está na Procuradoria da República do Distrito Federal. A procuradora Luciana Marcelino o retirou da 10ª Vara Federal em setembro de 2010. Segundo a assessoria do Ministério Público, ela está em férias e não poderá falar sobre o andamento da apuração, que já acumula 13 volumes de papel e 15 apensos.


Pedágio


No ano passado, uma investigação da Polícia da Câmara mostrou que garçons acusavam a chefe dos funcionários terceirizados de cobrar um pedágio para contratar os trabalhadores que iam cuidar da limpeza e do serviço aos deputados. Depois de o caso ser noticiado por este site, a encarregada acabou afastada das funções. Como o Congresso em Foco mostrou, até com reformas e materiais de construção os garçons tentavam “comprar” a contratação de seus filhos para o quadro de terceirizados da Câmara.


NOTA DO AUTOR DESTE BLOG.
A inclusão dessa matéria no blog defensores de Pontezinha é para mostrar ao povo a quantos marginais ele dá poder pela força do voto.
A melhor definição do congresso nacional hoje esta no blog: A Casa da Mãe Joana.
PUTEIRO NACIONAL. Parabéns a autora, deve ser vidente ou cigana.  
COMO SABEMOS TODA REGRA TEM EXCESSÃO, ASSIM SE TODA ELA TEM EXCESSÃO NESTE CASO ESTA E UMA EXCESSÃO DA REGRA.
PUTZ!

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Jornal Pinzon constata o cáos em Pontezinha e sai em defesa dos comunitários.
Fotos: Leandro-Jornal Pínzon. 


Existe no Brasil o CTB – CONTRAN
 E  mais uma infinidade de órgãos cuja serventia é apenas dar emprego a filhos filhas, genros, noras e piranhas de políticos


Vejam estas:
Art. 231. Transitar com o veículo:

I - danificando a via, suas instalações e equipamentos;


II - derramando, lançando ou arrastando sobre a via:


a) carga que esteja transportando;


b) combustível ou lubrificante que esteja utilizando;


c) qualquer objeto que possa acarretar risco de acidente:


Infração - gravíssima;


Penalidade - multa;


Medida administrativa - retenção do veículo para regularização;

Caminhões estão circulando por dentro de Pontezinha derramando uma lama que depois que seca é levada como poeira para dentro das casas.
Muitas crianças já estão doentes, falta de ar, tosse etc.
Estes caminhões passam sem respeitar o limite de velocidade para área urbana, acionam buzinas a ar comprimido com decibéis muito acima do permitido.
Muitas reclamações já foram feitas, qual autoridade vai impor a lei?
Nenhuma porque não existe lei no Brasil para quem tem dinheiro e faltam homens de vergonha que contrariando os chefes. Multem ou prendam estes veículos.
Aqui em Pontezinha se pode ter a dimensão exata para que servem: Detrans, Btrans, CPRH, IBAMA, Guarda municipal de transito, secretarias de meio ambiente, saúde entre outras.
Municipalizar o controle do transito exige responsabilidade e para isso deveriam antes conhecer as necessidades do município.
Mais ainda, se tomaram para si esta responsabilidade que ela seja exercida na totalidade, buscar no código nacional de transito as leis e normas estabelecidas e procurar meios para que sejam cumpridas.
Todo mundo sabe que o uso de buzinas a ar comprimido em área urbana é proibido, mas os micro ônibus que trafegam por Pontezinha nunca respeitaram esta lei, das cinco as dez da noite, ao se cruzarem se cumprimentam usando as buzinas, usam-nas para chamar passageiros, param para embarque e desembarque fechando ruas, imprimem velocidade acima do permitido para evitar que um outro chegue primeiro,
Quando engarrafa desrespeitam a lei que proíbe a ultrapassagem quando uma fila de veículos encontram-se parada e como só existe uma faixa para cada sentido ao fazer isso trafegam pela contra mão.
Sei das dificuldades, mais se não estão capacitados, qualificados e equipados para que se cumpram as leis, deveriam ser mais responsáveis.
Caminhões de grande porte estacionam para carga e descarga. Em Recife apenas utilitários de pequeno porte pode fazer entregas nas ruas centrais, as leis de lá são diferentes?
Todos conhecem os horários de pico, então porque não enviar mais agentes de transito da guarda municipal para fazer que as leis sejam respeitadas, porque não multam os veículos que buzinam com equipamento que atingem níveis muitos superiores ao permitido, porque não apreendem os veículos que deixam um rastro de fumaça (emissão de gazes acima do permitido), punem os excessos de velocidade.
Não é possível? Não tem efetivo para isso , que pensassem antes de se arvorarem autoridades de transito.
Na verdade são eficientes na hora de anotar placas para cobrança de multas, é receita.
Mas sabedores que o transito ficará assim, desordenado até o dia que as raposas velhas de rabos felpudos resolvam duplicar esta “obra” de arte do DER que é a estrada de Curcurana, deveriam nos horários de pico reforçar a fiscalização e ordenação. Não dá?
Claro que não! .Provavelmente Pontezinha não estava nos planos de ordenção do transito, como nunca está para nada.
Por isso o cáos.