sábado, 23 de janeiro de 2010

SAIRAM PARA CAÇAR E FORAM CAÇADOS!

Arimatéia

Oposição no Cabo sem rumo e sem identidade


Isto foi visto no protesto elaborado pelos Partidos de oposição no Cabo

PSDB, PMDB, PPS, DEM, PMN, PV, PSDC, PSL, PGTdoB.

Estes partidos parecem que esquecer como é fazer oposição, pois um ato de panfletagem e de dois pequenos discursos de dois vereadores não faz coro para tal pretensão em ser oposição. Visto que o comportamento desses políticos chama a atenção também por outra peculiaridade. Ao invés de concentrar as críticas na política construtiva vai tentar criar fato em cima do que o Ministério Publico já vem fazendo.

Este fiasco narrado em matéria no Jornal Eletrônico www.portalcabo.com.br, do amigo Moura originou uma série de comentários o que é normal, mais a crescente politização da comunidade Cabense, trouxe a baila problemas muito maiores que desmandos da situação.

Quando se é político apenas como meio de vida para enriquecimento ilícito, sem que a justiça possa tocá-los devido a imunidade e ainda por cima é oposição (oposição porque não esta recebendo bem da situação ou seus interesse políticos são outros; “interesses”, ânsia de poder maior) existe a possibilidade da mudança de rumo e foi exatamente o que aconteceu.

Os líderes oposicionistas do Cabo são: Betinho Gomes, Arimatéia, e Ricardinho, organizadores e incentivadores do protesto contra os desmandos existentes na atual gestão, eis que o evento esta tomando direção inversa.

Ricardinho

Se, e é claro que chegarão os comentários chegarem ao MP é provável que tenham muito que responder, mesmo que para eles isto não seja nada fora do comum.

Transcrevo alguns comentários neles material para o MP e PMF, CGU, TCU etc., etc.e explicações do sennador.

1. Biro de Pirapama disse:

janeiro 23, 2010 às 5:30 pm

Caro Moura, acho muito importante esta sua visão Política diante desta oposição sem rumo e sem direção aqui no Cabo e reitero suas palavras com o que espero de uma “Oposição Cabense”

É assegurado às minorias o direito de constituir e exercer uma oposição democrática ao Governo e aos órgãos executivos das regiões autônomas e das autarquias locais de natureza representativa, nos termos da Constituição e da lei.

Para que a oposição retome a iniciativa política, não basta ela dizer ao público o que o público já sabe: que as coisas estão ruins e podem piorar

O que a oposição precisa apresentar são argumentos para convencer as pessoas de que é necessária a troca de liderança. Se não conseguir, corre o risco de virarem fumaça.

E qual é a maior dificuldade da oposição na tarefa? Seu pouco apetite para combater programaticamente o governo. Nos últimos seis anos, a oposição tem oscilado entre o denuncismo e a apatia. Periodicamente, sobrevêm surtos de radicalismo moralista. Ao falharem, são substituídos pelo nada.

Em vez de uma atuação articulada para identificar as fragilidades da administração municipal e centrar fogo, ações individuais que, muitas vezes, acabam caindo no esquecimento. No cotidiano parlamentar, uma corrida por visibilidade e por ser o porta-voz das denúncias de maior repercussão contra a Prefeitura. São esses alguns dos elementos que caracterizam, e ao mesmo tempo, enfraquecem a oposição ao prefeito Lula Cabral é quem acaba “sorrindo à toa” diante da falta de articulação e da visível briga de egos entre os parlamentares da oposição

Unidos por um mesmo objetivo, mas separados pela prática, os vereadores que integram o pequeno bloco de oposição A oposição peca muito porque é uma oposição que não tem proposição. São raríssimas as manifestações da oposição com algo propositivo pra cidade. Atua muito numa linha negativista. Então acho que isso deixa a desejar. Acho que poderíamos ter uma oposição programaticamente mais qualificada não só apontando os erros do atual Gestor, mas mostrando soluções para o povo Cabense

1. Ana Maria Leitão disse:

janeiro 23, 2010 às 5:57 pm

Meu amigo Moura às vezes você me surpreende com sua visão autônoma diante de fatos que muitas vezes passa despercebido por vários Jornalistas sérios que muitas vezes só enxergar o teor da matéria abstrata e não o conteúdo minucioso que seu olhar tem, fico contente e ao mesmo tempo agradecida pois você esta se tornando um grande baluarte da Democracia Cabence espero que suas palavras possa surtir efeito e causa neste senhores que tenta fazer Oposição aqui no Cabo.

E fico feliz Moura é que na sua fala você mostra que a oposição tem de voltar às raízes de suas origens onde ela tem que aprender o simples “Que é o direito de ser oposição e como fazê-lo”

E não pense Moura que eles não entenderam seu recado, sim eles sabem, já são velhos militantes das antigas, contudo parece que o sucesso subia a cabeça como foi o caso do Ex Deputado Betinho Gomes nem se quer fez sua fala o que seria de extrema importância para o movimento.

Contudo quero aqui deixar meu sincero apoio ao Vereador Ricardinho que vem lutando bravamente nos confins deste Cabo, contudo, esta é a verdadeira e única Oposição que temos aqui no Cabo e se o mesmo sai-se candidato a Deputado tenho certeza que faria um estrago tremendo.

1. Viveane Araujo de Pontezinha Cabo disse:

janeiro 23, 2010 às 6:48 pm

O DESTINO DA OPOSIÇÃO

A sucessão de escândalos, a corrupção convertida em prática cotidiana, o baixo nível dos debates e a ausência dramática de propostas integradas e factíveis para governar o Município são a ponta de um iceberg que hoje aprisiona todo o campo Político do Cabo

Quando se fala em oposições, fala-se em PSDB, PMDB, PPS, DEM, PMN, PV, PSDC, PSL, PGTdoB, partidos de caráter e dimensões distintas, mas que vêm falando linguagem semelhante e afinada.

Como articular coisas tão diferentes? Quem comanda quem define os conteúdos, qual o papel de cada parceiro dessa operação? A “frente” oposicionista não responde a essas questões. Não é comandada por ninguém, não tem definições programáticas e não fala outro dialeto que não o anti-Lula Cabral, com pitadas improdutivas de frustração e udenismo moralista.

Diante desta Oposição Cabense é uma tragédia para a democracia e para a sociedade, especialmente porque deixa parcelas importantes da população sem um norte e reforça o clima de unanimidade que, ao não corresponder à realidade, funciona como um elixir de apatia e desinteresse para todos Cabenses.

Isso forma uma conjunção astral terrível para as oposições, roubando delas quase todas as fichas.

Se a Oposição conseguirem sacudir a poeira e ganhar consistência, 2012 estaremos salvos. Se fracassarem, continuaremos na mesma velha e boa toada de sempre. Onde dará ao gestor colocar quem ele queira perpetuando assim o esconderijo de suas Maracutaia.

1. Joana Dalessandro disse:

janeiro 23, 2010 às 9:33 pm

Caro moura, parabéns pelo teu comentário.

Sabe o que falta a oposição no Cabo? ESTATURA MORAL.



A oposição na Câmara de Vereadores é comandada por Arimatéia e Rcardinho (sobrinho do Elias Gomes).

Arimatéia foi secretário de Educação de Elias Gomes, foi execrado da Administração por suspeita de corrupção e enriquecimento ilícito,num episódio que virou caso de policia, até hoje esse caso não foi devidamente esclarecido.

Ricardinho: foi um caso típico de nepotismo pois é sobrinho do ex-prefeito Elias e ocupava cargo comissionado, porém o mais curioso é que tinha um salário de cerca de R$ 700,00 e saiu rico(virou empresário da comunicação)

Fora da câmara a oposição é comandada Betinho Gomes (filho de Elias Gomes)

Esse Rapaz ganhou de presente um mandato de Deputado e por pura incompetência não conseguiu a reeleição. Nunca administrou nada na vida,até porque nunca trabalhou,aliás administrou uma fábrica de fubá, faliu a fábrica e não pagou ao banco do Nordeste cerca R$ 300.000,00 (trezentos mil reais do dinheiro público).Atualmente ocupa um Cargo no Senado Federal, recebe sem prestar

sequer um dia de serviço.

O chefão de todos eles, e que estar por trás dessa “oposição” chama-se Elias Gomes, um político carreirista que já foi por três vezes Prefeito do Cabo, Administrador de Fernando de Noronha, Deputado,Secretário de Justiça etc.

A questão é que em todos esses cargos o Elias teve suas contas rejeitadas por improbidade administrativa,desvio de recursos corrupção e outras coisitas mais (è só

consultar os órgãos de controle das contas publicas) portanto meu caro aonde reside a condição de Guardiões da ética?

1. viveane Araujo de Pontezinha Cabo disse:

janeiro 23, 2010 às 11:25 pm

Quero dizer a minha amiga Joana Dalessandro pesquisando no google encontrei

Heberte Lamarck Gomes da Silva mais conhecido (BETINHO GOMES)

SOCIO MAJORITÁRIO 70% DA COTAS EMPRESA MOAGEM DE MILHO MASSANGANA LDTA.

Mau pagador 1


O Banco do Nordeste executou uma dívida de R$ 256.291,98, em nome da Moagem de Milho Massangana, da família do secretário de Justiça e ex-prefeito do Cabo, Elias Gomes. Há suspeitas de que a empresa, que produzia derivados de milho, era fornecedora da Prefeitura na gestão de Elias.

Mau pagador 2

Betinho Gomes (preto)


Além de cobrar o papagaio na justiça, o banco hipotecou vários bens e imóveis da família de Elias Gomes. A Massangana estava registrada em nome de vários sócios, entre eles o deputado Betinho Gomes, filho do ex-prefeito. A sentença judicial, da 12ª Vara Cível, é assinada pelo juiz Francisco de Assis.

ATO DO DIRETOR GERAL Nº 57, de 2009

O DIRETOR-GERAL DO SENADO FEDERAL, no

uso de suas atribuições regimentais e regulamentares, e tendo

em vista o que consta do Processo nº 000519/09-0, RESOLVE

nomear, na forma do disposto do Inciso II do artigo 9º da Lei nº

8.112, de 1990, HEBERTE LAMARCK GOMES DA SILVA (Betinho Gomes) para

exercer o cargo, em comissão, de Assistente Parlamentar, AP-2,

do Quadro de Pessoal do Senado Federal, com lotação e

exercício no Gabinete do Senador Sérgio Guerra.

Senado Federal, 16 de janeiro de 2009. José

Alexandre Lima Gazineo, Diretor-Geral Adjunto

Então, Vamos trabalhar!