quinta-feira, 13 de maio de 2010

VEM AI JUSSARALGATES

Por:Wilson Firmo

O vereador Ricardo Carneiro (Ricardinho – PPS), do Cabo de Santo Agostinho, entrou nesta terça-feira, 11, com representação no Ministério Público de Pernambuco (MPPE) contra a secretária de Programas Sociais e da Mulher, Edna Gomes.
Investigações realizadas pelo parlamentar apontam irregularidades em contratos de aluguel realizados pela referida secretaria. De acordo com a representação, caso comprovados, revelam-se graves ao ponto de constituírem desvio de verbas públicas, crime de peculato e improbidade administrativa.
O caso mais contundente se refere à contratação de um imóvel no distrito de Jussaral, onde funciona o Cras (Centro de Referência de Assistência Social).
Cópia de extrato de dispensa de licitação publicado no Diário Oficial do Estado de 30 de março de 2010, anexada à representação, informa que a Secretaria de Programas Sociais locou casa na Rua do Comércio, 105, em Jussaral. No extrato, mostra-se que o proprietário é Severino Herculano de Lima, que teria o número do CPF como sendo 197.803.707-04, e que mensalmente seria pago o valor de R$ 2.0178,04, durante 12 meses.
Segundo o vereador Ricardinho, o valor de imóvel naquela localidade não passaria de no máximo R$ 150,00.
De fato, é este o valor que o seu Severino recebe, conforme nos comprovou com cópia de extrato bancário, ano a ano desde novembro de 2007. Busquei informações no local, e seu Severino em nenhum momento assinou renovação de contrato no valor de R$ 2.078,04?, diz o vereador, acrescentando que o aluguel está atrasado desde há quatro meses.
“O pior de tudo isso e que revela a prática fraudulenta da secretaria de Edna Gomes é que constatamos que o CPF do seu Severino simplesmente não existe, é falso. E que seu Severino não reside no local mencionado no extrato como sendo a Rua Trinta e Quatro, nª 35-A, no bairro da Charneca”, revela o parlamentar.
Ele informa que o locador tem endereço fixo no distrito de Jussaral e que tem outro número de CPF.
Outra “aberração” revelada pelo vereador é quanto a um novo extrato de dispensa de licitação publicado no Diário Oficial do Estado de 15 de abril, para a locação de um casa na Rua 34, nº 35-A, na Charneca — coincidentemente o mesmo endereço do Severino Herculano de Lima — que pertenceria a Lenilda Silva de Souza.
“Mais uma vez se constata a ação fraudulenta porque o CPF da senhora Lenilda publicado no Diário Oficial é exatamente o mesmo do seu Severino, que já relatei ser falso, conforme investigado no site da Receita Federal”, explica Ricardinho.
Sobre o assunto, que foi exposto durante sessão plenária da terça, 11, a própria secretária Edna Gomes assegurou que levantar os dados, checar junto ao setor responsável as denúncias para depois dar um parecer a respeito do caso.

COMENTÁRIOS:
Alberto Figueiredo
Alberto Figueiredo, em 12/05/2010 às 20:27 Diz:


O esgoto começa a devolver o que estava escondido.

Agora é só esperar, tomar muito remédio para não vomitar, a sujeira vai transbordar e podem estar certos, vai escorrer lama por todos os buracos do Cabo.

Depois da deprimente demonstração de imoralidade acontecida na câmara, vamos rezar para que a classe nao leve junto aos seus nomes para a sarjeta o município.

Agora um vai procurar a sujeira do outro, temos que ter estomagos fortes mais no final só teremos a ganhar.



Responder

Alberto Figueiredo, em 13/05/2010 às 14:51 Diz:

Esqueci!

Espero que alguns se matem afinal, se estamos falando de sujeira, um porco a mais ou a menos não fará diferença.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.